Comida japonesa engorda? Aprenda a explorar os benefícios da culinária

Especialistas indicam o que realmente é saudável e aquilo que pode favorecer o ganho de peso

atualizado 07/10/2021 17:56

Divulgação

A comida japonesa é muito popular no Brasil, mas também é cercada de mitos e crenças. Muitas pessoas que adoram os sabores únicos dos temakis, sushis e sashimis, também acreditam que as opções são saudáveis e não interferem no ganho de peso. E, por isso, mergulham nos pratos com a certeza de que isso não prejudicará a saúde. Mas, será que as comidas típicas do Japão são mesmo benéficas para o organismo?

Primeiro é preciso entender como as pessoas ganham gordura corporal. E o processo é simples, necessita apenas de um superávit calórico. Ou seja, consumir mais calorias do que se gasta. A partir desse princípio, já é possível dizer que qualquer alimento – saudável ou não – se consumido desenfreadamente, pode engordar. O que vale, nesse caso, é optar por comidas com menos calorias, para, assim, evitar o acúmulo de gordura.

“Como qualquer comida, a japonesa pode engordar se for consumida em excesso, sobretudo se considerarmos que há muitas frituras e molhos com alto teor de gordura. Sendo assim, fique atento às quantidades para não exagerar”, orienta a Dra. Lívia Salomé, especialista em clínica médica e estilo de vida.

Confira a reportagem completa no Saúde em Dia, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias