Cientistas desenvolvem anticorpo capaz de prevenir e tratar Covid-19

Pesquisadores afirmam que o tratamento, com estudo em fase pré-clínica, neutralizou potencialmente o coronavírus em camundongos

atualizado 29/03/2021 12:18

Myke Sena/Esp. Metrópoles

Os resultados de um estudo preliminar, publicado na revista Nature, indicam que cientistas desenvolveram um tratamento com anticorpos capaz de prevenir contra a Covid-19, neutralizando potencialmente o novo coronavírus e suas variantes após a infecção e impedir a mutação do vírus.

A descoberta foi feita por um consórcio internacional de cientistas, com participação de especialistas do Instituto Karolinska, da Suécia.

Os pesquisadores criaram um anticorpo biespecífico, fruto da fusão de dois anticorpos naturais, coletados de pacientes convalescentes (recuperados da Covid-19). Testes pré-clínicos feitos com camundongos mostraram que essa molécula artificial ataca o vírus em dois lugares ao mesmo tempo.

Uma única injeção do anticorpo foi capaz de reduzir significativamente a carga viral nos pulmões dos animais e abrandar a inflamação da Covid-19. Ele neutralizou as versões originais do Sars-CoV-2 e algumas variantes, incluindo a do Reino Unido.

No estudo, os cientistas explicam que, ao contrário dos anticorpos parentais, o biespecífico “impede a ligação S detectável à enzima de Conversão da Angiotensina 2 (ACE2), o receptor celular do vírus. Além disso, neutraliza o Sars-CoV-2 e suas variantes de preocupação, bem como os mutantes de escape gerados pelos monoclonais parentais”.

Esse tipo de abordagem é utilizada para combater alguns tipos de câncer e vem sendo testado para a Covid-19. Ele ganhou popularidade quando o ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump foi submetido ao tratamento com o Regeneron.

0

Últimas notícias