metropoles.com

China concede primeira patente de vacina contra Covid-19 para CanSino

O método de imunização está na fase 3 dos testes clínicos, sendo aplicado em 5 mil voluntários na Arábia Saudita

atualizado

Compartilhar notícia

Breno Esaki/Agência Saúde DF
Vacina Sarampo
1 de 1 Vacina Sarampo - Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

A empresa CanSino Biologics conseguiu registrar na China a primeira patente de vacina contra o novo coronavírus. A autorização do governo chinês foi concedida na última terça-feira (11/8), um dia depois do início dos testes clínicos de fase 3 do medicamento em 5 mil voluntários na Arábia Saudita. A notícia só foi divulgada nesse domingo (16/8) pelo jornal chinês oficial Diário do Povo.

De acordo com a publicação, o documento foi assinado pela Administração Nacional de Propriedade Intelectual (ANPI) depois de um pedido da equipe de pesquisa da Academia de Ciências Militares e da empresa chinesa. Em julho, a CanSino informou estar em negociações com os governos do Brasil, Chile e Rússia para a realização de testes da fase 3 do método de imunização.

A vacina foi a primeira a ser desenvolvida na China, com testes em humanos ainda em março. Estudos preliminares mostraram que o método é seguro e capaz de induzir boa resposta imunológica. Ele utiliza o adenovírus tipo 5 (Ad5), um vírus comum de resfriado, para carregar o material genético do coronavírus para o corpo de pessoas saudáveis que, a partir daí, vão criar anticorpos de proteção ao Sars-CoV-2.  (Com informações de agências de notícias)

0

 

 

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações