BioNTech prevê vacina para Covid-19 pronta para aprovação até dezembro

O avanço nos testes e as respostas satisfatórias aumentaram a confiança dos alemães que pretendem produzir milhões de doses ainda em 2020

atualizado 10/07/2020 14:40

vacina sendo fabricada em laboratórioThisisEngineering RAEng/Unsplash

O executivo-chefe da companhia alemã de biotecnologia BioNTech, Ugur Sahin, prevê que a vacina em parceria com a Pfizer estará pronta para buscar aprovação regulatória até dezembro de 2020. No início deste mês, as empresas anunciaram resultados positivos da candidata à vacina contra o novo coronavírus.

O avanço nos testes e as respostas satisfatórias aumentaram a confiança dos alemães. Prova disso é que Sahin, em entrevista ao The Wall Street Journal, reforçou que várias centenas de milhões de doses poderiam ser produzidas mesmo antes da aprovação e mais de 1 bilhão até o fim de 2021.

Embora o otimismo impere, a imunização desenvolvida pela BioNTech ainda se prepara para iniciar a fase 3 dos testes em humanos. Na etapa anterior, após 28 dias, as pessoas que receberam duas dosagens da vacina desenvolveram níveis mais altos de anticorpos para Covid-19 comparado a pacientes que tiveram contato com a doença e estavam em recuperação.

À espera do aval de autoridades, a empresa pretende começar a etapa final do processo de testes no fim de julho, com 30 mil pessoas no estudo. A vacina pode ser concluída até o fim do ano, quando a empresa buscaria aprovação no mercado de reguladores pelo mundo.

A BioNTech é uma das 17 empresas pelo mundo que começaram testes em humanos de uma potencial vacina para o novo coronavírus.

(Com informações da Agência Estado)

0

Últimas notícias