Aveia: saiba qual a melhor opção para adicionar fibras ao cardápio

O alimento é um grande aliado para quem busca uma alimentação equilibrada

atualizado 26/05/2021 19:39

iStcok

As fibras são compostos de origem vegetal que podem ser encontrados em alguns alimentos como frutas, vegetais, grãos e cereais. O consumo adequado de fibras é importante para manter a saúde do intestino, combater e prevenir doenças, como a prisão de ventre, a obesidade e a diabetes. As fibras também contribuem para o controle do peso e o emagrecimento saudável a medida que promovem à saciedade.

Um alimento rico em fibras e que vale a pena incluir na alimentação é a aveia. A nutricionista Isabela Zago, da Clínica Go Nutri, do Distrito Federal, explica a diferença entre os diferentes tipos de aveia e como usá-las na alimentação.

“Os principais tipos encontrados nos mercados são aveia em flocos, farelo de aveia e farinha de aveia. Em flocos grossos ou finos, é o próprio grão. O farelo de aveia é a casca, e a farinha de aveia é a porção mais refinada, que tem menos fibras e um índice glicêmico maior.”

A nutricionista explica que a quantidade de calorias é praticamente a mesma nas três variedades. “A diferença significativa é a quantidade de fibras por porção. No farelo de aveia, encontramos mais que o dobro de fibras que nos flocos ou na farinha”.

Para quem busca o emagrecimento, o consumo deve ser limitado, entretanto, a duas colheres de sopa por dia, pois a aveia também é um alimento calórico.

Isabela Zago ressalta ainda que os benefícios do consumo de aveia são muitos: “É um alimento riquíssimo em compostos bioativos. Melhora a saúde do intestino, previne doenças cardiovasculares e tem ação antioxidante e anti-inflamatória”.

Como adicionar aveia nas refeições

Aveia em flocos: pode ser usada para preparar granolas e consumida junto com frutas e iogurtes.
Farelo de aveia: pode ser usado em panquecas protéicas, shakes e sucos.
Farinha de aveia: pode ser usada para substituir outras farinhas em receitas de bolos, biscoitos, sopas, caldos, tortas, bolos, pães e massas.

Vale lembrar que quando se realiza uma dieta rica em fibras, é necessário aumentar a ingestão de água, já que a água hidrata a fibra e lubrifica o intestino, facilitando a eliminação das fezes e melhorando os sintomas da prisão de ventre.

 

Últimas notícias