AstraZeneca se defende, e diz que benefícios da vacina superam riscos

Relatório da agência regulatória europeia afirmou, nesta quarta (7/4), que imunizante tem relação com coágulos

atualizado 07/04/2021 19:36

Vacina AstraZenecaJoaquin Gomez Sastre/NurPhoto via Getty Images

Após a publicação, nesta quarta-feira (7/4), do relatório da agência regulatória europeia (EMA) confirmando a relação entre a vacina de Oxford/AstraZeneca e a formação de coágulos em casos raros, a farmacêutica se defendeu, afirmando que a eficácia do produto é superior à chance de o paciente desenvolver o problema.

“Globalmente, essas duas análises reafirmaram que a vacina oferece uma proteção de alto nível contra todas as formas graves de Covid-19 e que esses benefícios continuam superando amplamente os riscos”, disse o laboratório, em comunicado.

A EMA, assim como a Organização Mundial da Saúde, sugere que a aplicação da vacina continue sendo feita. A OMS recomenda que os pacientes fiquem atentos a sintomas de coágulos durante os 20 primeiros dias após a injeção, e que procurem atendimento médico urgente nos primeiros sinais.

0

 

Últimas notícias