Alemanha cancela lei anti-aborto em vigor desde a era nazista

Mudança na legislação permite que mulheres recebam informações sobre os casos em que a interrupção da gravidez é autorizada

atualizado 24/06/2022 18:32

AlemanhaPanrotas/Reprodução

O Parlamento da Alemanha aboliu, nesta sexta-feira (24/6), uma lei que proibia médicos de informarem as mulheres sobre o aborto legal. A legislação estava em vigor desde a era nazista.

O aborto, entretanto, continua sendo proibido no país. Apenas mulheres em condições específicas – como gravidez de risco ou decorrente de estupro – são autorizadas a colocar fim na gestação até 12 semanas após a concepção.

A partir de agora, os médicos podem informar às pacientes quando a interrupção da gravidez é autorizada. “Hoje é um bom dia para os médicos na Alemanha, e especialmente para as mulheres em nosso país”, disse a ministra de assuntos familiares, Lisa Paus.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

 

“Por quase um século, os médicos foram proibidos e punidos por fornecer informações factuais sobre métodos e possíveis riscos para mulheres que estão pensando em interromper uma gravidez”, disse o ministro da Justiça, Marco Buschmann, em comunicado. (Com informações da agência Reuters)

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias