A vitamina D previne ataques cardíacos? Veja o que diz novo estudo

Pesquisadores da Universidade de Michigan revisaram 21 estudos feitos a respeito do consumo do composto

atualizado 21/06/2019 21:04

cápsulaPixabay/Divulgação

Alardeada como imprescindível para a saúde dos ossos, do metabolismo e do coração, a vitamina D não é, aparentemente, o milagre divulgado. Segundo um estudo da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, pacientes que tomaram o suplemento para evitar problemas cardíacos tiveram a mesma resposta daqueles que tomaram placebos.

Os pesquisadores revisaram 21 estudos feitos com vitamina D, em um total de 83.291 mil pacientes. Metade deles tomou suplementos da vitamina e os outros, placebos. Quando levado em consideração o risco de ataque cardíaco, a ingestão do suplemento não fez diferença: a mesma quantidade de pessoas dos dois grupos teve problemas no coração ou morreu por causa do órgão. O estudo foi repetido com um grupo de 8 mil pacientes, e os resultados foram os mesmos.

Segundo Arshed Quyumi e Ibhar Al Mheid, responsáveis pela pesquisa, a deficiência de vitamina detectada em parte da população pode acontecer por falta de exposição ao sol. “A deficiência da vitamina D pode indicar pouca atividade física e, por isso, um sinal de uma saúde ruim”, explicam os cientistas.

Apesar de não ter efeitos na prevenção de males cardíacos, a vitamina D é comprovadamente importante para problemas nos ossos e pacientes com doenças crônicas nos rins.

Mais lidas
Últimas notícias