Zelensky diz que ainda está aberto a negociações com a Rússia

"Nessa situação, nós seríamos capazes de começar a discutir as coisas normalmente", afirmou o presidente da Ucrânia

atualizado 06/05/2022 14:08

Volodymyr Zelenskyy presidente da UcrâniaPresidency of Ukraine/Handout/Anadolu Agency via Getty Images

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou nesta sexta-feira (6/5) que ainda está aberto a negociar com a Rússia. Ele condicionou a conversa, no entanto, à retirada das tropas russas do território ucraniano.

Durante evento remoto na Chatham House, em Londres, Zelensky disse que retornar à situação de 23 de fevereiro, o dia anterior a invasão, é um requisito.

“Nessa situação, nós seríamos capazes de começar a discutir as coisas normalmente e a Ucrânia poderia usar os canais diplomáticos para retomar seu território”, disse o presidente.

0

O conflito entre Rússia e Ucrânia já dura mais de dois meses. A cidade costeira de Mariupol segue cenário de uma batalha sangrenta – e aparentemente, interminável. O complexo siderúrgico de Azovstal é considerado o último reduto de resistência para civis e tropas ucranianas no local.

Nessa quinta-feira (5/5), em ligação com o primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, o presidente russo, Vladimir Putin, alegou estar disposto a abrir caminhos para a retirada segura da população. Para isso, porém, exigiu a rendição dos soldados que continuam no local.

Enquanto isso, a Organização das Nações Unidas (ONU) confirmou a segunda operação de resgate na siderúrgica. António Guterres, secretário-geral da instituição, declarou, em entrevista à francesa RFI, que “uma segunda retirada está em curso, um segundo comboio da ONU e do Comitê internacional da Cruz Vermelha (CICR) busca os civis na cidade de Mariupol”.

Veja, a seguir, os principais fatos do dia selecionados pelo Metrópoles:

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias