Ao menos 15 pessoas morrem em ação contra terroristas no Sri Lanka

Operação das forças de segurança atingiu um esconderijo de terroristas ligados aos atentados na Páscoa contra igrejas e hotéis

Reprodução/Al JazeeraReprodução/Al Jazeera

atualizado 27/04/2019 11:11

Ao menos 15 pessoas morreram na madrugada deste sábado (27/04/2019) durante uma operação das forças de segurança do Sri Lanka contra um esconderijo de terroristas ligados aos atentados na Páscoa contra igrejas e hotéis de luxo, deixando ao menos 253 mortos. Do total de mortos na ofensiva de hoje, seis eram crianças.

As autoridades se segurança receberam um alerta sobre a existência de um esconderijo na cidade de Sammanthurai de militantes ligados aos atentados do dia 21 de abril na cidade de Kalmunai, no leste do país. Quando as forças de segurança chegaram ao local, começou um tiroteio que durou cerca de uma hora.

De acordo com a polícia, três homens-bomba detonaram os explosivos, matando seis crianças e três mulheres. Outros três morreram fora da residência.

Uma menina e uma mulher sobreviveram à explosão na casa suspeita, mas ficaram gravemente feridas, de acordo com a polícia.

A polícia afirmou ainda que as forças de segurança encontraram na casa explosivos, detonadores, “kits suicidas”, uniformes militares e bandeiras do grupo jihadista Estado Islâmico.

Ontem, a polícia havia encontrado 150 bananas de dinamite e uma bandeira do grupo Estado Islâmico durante uma batida em Sammanthurai, no local onde foi gravado o vídeo reivindicando os atentados ocorridos na Páscoa.

Últimas notícias