*
 

Um terremoto de 8,2 graus atingiu a costa do México na noite desta quinta-feira (7/9). O epicentro do temor foi localizado pelo Serviço Geológico dos Estados Unidos a 165 km a oeste de Tapachula, no estado de Chiapas, no sul do país, próximo à fronteira com a Guatemala. Já há registros de pelo menos 35 mortos. Este é o maior terremoto da história do México.

Um alerta de tsunami foi acionado para país, além de Guatemala, El Salvador, Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Honduras e Equador.

O governador de Chiapas, Manuel Velasco, afirmou à imprensa local que três pessoas morreram. As mortes foram registradas em San Cristobal de las Casas, mas Velasco não deu informações sobre as circunstâncias.

Na Guatemala há pelo menos um morto, segundo declaração do presidente Jimmy Morales à televisão local. Morales também não informou detalhes sobre o caso.

Na Cidade do México, alguns prédios chacoalharam com tanta força que levaram as pessoas descerem para as ruas. Há registros de desmoronamento de residências em Chiapas.

Alerta
O presidente do México, Enrique Peña Nieto, advertiu à população sobre a probabilidade de que nas próximas 24 horas aconteça uma forte réplica do terremoto, ainda que em “um grau menor”.

Em declarações à emissora Televisa, o chefe de estado disse que “será necessário ser mais do que atento”. Isso porque a réplica pode superar a magnitude 7, após lembrar que em 1985 ocorreu uma réplica muito potente de 7,5 graus, no dia seguinte ao primeiro terremoto de magnitude 8,1, em 19 de setembro.

Ele acrescentou que, até agora, o alerta de tsunami no estado de Chiapas, onde foi registrado o epicentro do terremoto ontem à noite, “não representa um risco maior”, e considerou que 50 milhões de pessoas devem ter sentido em várias partes do país.

O presidente apontou que esse foi um terremoto maior que o de 8,1 na escala Richter, de setembro de 1985, que deixou milhares de mortos, mas enfatizou que a cultura de proteção civil avançou desde então. Ele ressaltou que o último terremoto de magnitude similar ao da noite de ontem aconteceu em 1932.

Além disso, também pediu à população que façam uma revisão em suas casas para haver se há algum dano.

 

 

COMENTE

MéxicoTerremotoServiço Geológico dos Estados Unidos
comunicar erro à redação

Leia mais: Mundo