No Twitter, líder supremo do Irã ironiza eleições dos EUA: “Que espetáculo”

Aiatolá Ali Khamenei destacou trocas de acusações de fraudes entre os candidatos a presidente. "A democracia é assim nos EUA", provocou

atualizado 05/11/2020 10:50

REPRODUÇÃO/WIKIPEDIA

O aiatolá Ali Khamenei, líder supremo do Irã, foi às redes sociais para ironizar as eleições e a democracia nos Estados Unidos. O presidente Donald Trump (Republicanos) se declarou reeleito antecipadamente e acusa os democratas de fraude.

“Que espetáculo! Um diz que esta é a eleição mais fraudulenta da história dos Estados Unidos. Quem diz isso? O presidente que está atualmente no cargo. Seu rival [Joe Biden] diz que Trump pretende fraudar a eleição! É assim que as eleições e a democracia dos EUA são”, disse Khamenei.

Na terça-feira (3/11), o líder supremo do Irã disse que o resultado – seja ele qual for – da eleição presidencial dos Estados Unidos não impactará a política de Teerã para Washington. “Não importa quem chega e quem parte”, afirmou, em discurso transmitido pela televisão estatal.

O ex-vice-presidente dos EUA Joe Biden conquistou, até esta quinta-feira (5/11), 264 delegados. São necessários 270. Dessa maneira, ele precisa vencer ao menos em um dos seguintes estados: Nevada, Geórgia, Carolina do Norte ou Pensilvânia. Desses, Trump tem vantagem em três.

Últimas notícias