Pastor dos EUA diz que coronavírus é castigo por “casamento gay”

Entre as razões listadas pelo homem, o aborto também seria uma das principais causas do surto da doença

atualizado 24/03/2020 15:11

Um pastor no Tennessee, nos Estados Unidos, afirmou aos fiéis que a pandemia do novo coronavírus é um castigo divino. Entre as razões listadas, estão o casamento de homossexuais e o aborto. As informações são do site Uol.

“Este é um momento de acerto de contas, e sabemos que é, eu sei o que eu ouvi, não inventei isso. Eu ouvi uma frase, uma voz de homem falando, e acredito no Espírito Santo”, declarou o pastor Perry Stone.

Segundo essa versão de Stone, é hora do acerto de contas “porque aprovamos leis que permitem tirar a vida de crianças e porque o casamento foi mudado para algo que nunca foi visto”. Na visão do pastor, ambas as leis são o que Deus chama de “abomináveis”.

Últimas notícias