Papa nomeia 1ª mulher para cargo diretivo na Secretaria de Estado

A escolhida para ocupar uma subsecretaria no órgão que efetivamente governa o Vaticano foi a advogada italiana Francesca Di Giovanni

atualizado 15/01/2020 18:25

A advogada italiana Francesca Di Giovanni, de 66 anos, foi nomeada, nesta quarta-feira (15/01/2020), pelo papa Francisco como a nova subsecretária da seção de Relações Multilaterais da Secretaria de Estado.

Di Giovanni é a primeira mulher a ocupar um cargo de gerência nessa secretaria, que governa o Vaticano e coordena as relações com outros países. Esse cargo é equivale ao de uma chefe de departamento dentro de ministério de um país.

Em entrevista ao Vatican News, Di Giovanni disse que foi uma surpresa a nomeação. “É a primeira vez que uma mulher tem um cargo de direção na Secretaria de Estado. O Santo Padre tomou uma decisão inovadora, [que] certamente, representa um sinal de atenção para com as mulheres. Mas a responsabilidade é mais ligada ao trabalho do que pelo fato de ser mulher”, afirmou.

Quem é Di Giovanni?
Nascida em Palermo em 1953, Di Giovanni trabalhou no âmbito do setor jurídico-administrativo junto ao Centro Internacional da Obra de Maria (que pertence ao Movimento dos Focolares).

A advogada trabalha, desde setembro de 1993, na seção para as relações com os estados da Secretaria de Estado da Santa Sé, sempre no setor multilateral.

A atuação de Di Giovanni esteve ligada principalmente aos temas relacionados a migrantes, refugiados, direito internacional humanitário, comunicações, direito internacional privado, situação da mulher, propriedade intelectual e turismo, de acordo com o site de notícias do Vaticano, o Vatican News.

Últimas notícias