Morre Bernie Madoff, autor do maior crime financeiro da história

Ele era guru financeiro de celebridades e milionários antes de ser condenado a 150 anos de prisão, em 2009

atualizado 14/04/2021 13:18

Mario Tama/Getty Images

O maior criminoso financeiro da história, Bernie Madoff, morreu aos 82 anos, nesta quarta-feira (14/4). Segundo a Associated Press, ele estava em um hospital próximo da penitenciária federal na Carolina do Norte (EUA), onde ficou detido desde 2009.

A morte se deu por causas naturais, mas o criminoso já sofria de doença renal em estágio terminal. No ano passado, os advogados de defesa entraram com um pedido de soltura em função das enfermidades em face à pandemia, mas a solicitação foi negada.

0
O golpe

Bernie Madoff arquitetou o maior esquema de Ponzi da história, estimado entre US$ 25 bilhões e US$ 63 bilhões. A fraude foi exposta em 2008, após uma reunião em que o financeirista confessou aos filhos, que entraram em contato com a polícia.

Mardoff foi condenado a 150 anos, a pena máxima, após viver por anos uma rotina de luxo como guru financeiro de celebridades e milionários. No esquema, Mardoff retia o dinheiro dos investidores, enquanto afirmava que havia investido a quantia.

Após o julgamento, US$ 13 bilhões foram recuperados, mas investidores já haviam perdido casas, carros e outros bens. Além disso, pelo menos dois investidores cometeram suicídio quando descobriram que a fortuna havia sido roubada.

Últimas notícias