Militar transexual dispensada do Exército sul-coreano é achada morta

Caso ocorreu em Seul. Byun hee-soo tinha 23 anos e foi encontrada morta na própria casa. Ela foi dispensada no ano passado

atualizado 04/03/2021 10:18

Byun hee-soo soldado transexual encontrada morta (1)Reproduçaõ/Redes Sociais

Uma militar de 23 anos, dispensada após fazer cirurgia de readequação sexual, foi encontrada morta na própria residência na quarta-feira (3/3), em Seul, Coreia do Sul. Ela foi a primeira pessoa da Força a fazer a operação durante o período de serviço.

Byun hee-soo é ex-soldado do Exército sul-coreano e tinha 23 anos de idade. De acordo com a polícia local, uma conselheira de saúde mental informou que não conseguia fazer contato com a militar desde o dia 28 de fevereiro.

As autoridades iniciaram as buscas e, por volta das 17 horas, encontraram o corpo da jovem na própria residência. As informações são do portal de notícias sul-coreano Yonhap News.

Byun hee-soo foi dispensada do Exército em janeiro de 2020, após realizar a cirurgia para readequação sexual. As autoridades militares consideraram que a mudança nas genitais era um problema mental e físico.

Ela chegou a solicitar reintegração à Força, mas o pedido foi negado. De acordo com uma clínica psiquiátrica local, a militar teria tentado tirar a própria vida há três meses. Nas buscas de quarta-feira, nenhuma carta de suicídio foi encontrada.

Em janeiro de 2020, a cerimônia de dispensa da soldado foi transmitida ao vivo. “Vou lutar até o fim. Sou um soldado da República da Coreia”, disse.

Últimas notícias