Menino que sofreu bullying quer doar dinheiro para caridade

Quaden Bayles vrializou após dizer que queria se matar por ser vítima de bullying

atualizado 27/02/2020 16:10

Reprodução

A família do australiano Quaden Bayles, de nove anos, afirmou que não aceitará os cerca de 700 mil dólares australianos (R$ 2 milhões) destinados ao jovem por meio de uma vaquinha – a campanha de arrecadação foi criada pelo comediante norte-americano Brad Williams.

A vaquinha tinha como objetivo juntar dinheiro para levar Quaden para conhecer a Disney. Porém, a família do jovem afirmou a uma televisão australiana que o dinheiro seria repassado a instituições de caridade.

“Existem muitos suicídios em nossa sociedade ocorrendo devido ao bullying. Por isso, queremos que o dinheiro seja destinado a organizações que realmente necessita. Eles sabem o que fazer com o dinheiro. Por mais que gostássemos de ir a Disney, acho que nossa comunidade se beneficiaria muito mais”, contou a tia de Quaden.

0

Apesar do desejo da família, o site GoFundMe só permite que o dinheiro arrecadado na vaquinha seja usado para a finalidade original. Por isso, Brad Williams informou que o montante será repassado para as instituições, após a compra da viagem de Quaden à Disney.

Quaden Bayles chamou a atenção do mundo após aparecer em um vídeo dizendo à sua mãe que queria se matar por sofrer ataques na escola. A gravação repercutiu na internet e comoveu milhões de pessoas.

Últimas notícias