Casal comove ao acolher dezenas de coalas feridos em incêndios

Governo australiano estima que cerca de 350 coalas morreram em incêndios devastadores que atingiram Nova Gales do Sul

Reprodução/SBS NewsReprodução/SBS News

atualizado 13/11/2019 7:34

A cena é devastadora e causa comoção. Cestos de plásticos forrados com lençóis e toalhas viraram berços improvisados para 26 coalas que correram em busca de refúgio até a casa de um casal australiano. Paul e Christeen McLeod resolveram transformar a casa em um abrigo de emergência para os adoráveis ​​animais peludos que ficaram sem teto pelos incêndios que devastam Nova Gales do Sul. O governo do país estima que cerca de 350 espécimes morreram na tragédia ambiental.

Os dois, que moram dentro da reserva, em Taree, desde 1993, fundaram no local um serviço de resgate de coalas doentes e feridos, principalmente por conta de incêndios, que são comuns todos os anos na região. Eles tentam desesperadamente salvar o maior número possível de animais. Por toda a casa é possível ver os animais em recuperação, muitos com sérias queimaduras, principalmente nas patas, focinho e orelhas.

Um dos primeiros resgatados recebeu o nome de Sootie. Com graves ferimentos, ele precisou ser levemente sedado para que o casal pudesse tratar as queimaduras. “No momento, nós o deixamos levemente sedado. Nós cuidamos dos ferimentos dele. Agora é uma espera e veja se ele responde ao tratamento”, disse Christeen McLeod ao jornal Daily Star. A boa notícia é que Sootie está respondendo ao tratamento e sendo alimentado com folhas de eucalipto para ganhar peso.

À Rede SBS News, McLeod disse que não tem certeza do que o futuro reserva para a população de coalas da região. “Perdemos muito do nosso habitat de coalas e, como ainda não conseguimos entrar na área, realmente não sabemos o que vamos encontrar quando retornarmos lá”, disse ela. Um estado de emergência foi declarado em Nova Gales do Sul, com 78 incêndios ocorrendo atualmente e grandes áreas em perigo. A cidade foi uma das mais afetadas pelo fogo.

Extinção
Os coalas devem entrar em vias de extinção em Nova Gales do Sul até 2050, segundo o World Wildlife Fund (WWF). Mais de 5 mil hectares de habitat ao Norte de Nova Gales do Sul foram perdidos desde que o estado revogou sua Lei de Vegetação Nativa em 2017, informou o grupo em um relatório no ano passado, o que torna a sobrevivência dos animais ainda mais difícil.

Últimas notícias