Japão

Japão suspende medidas de segurança contra Covid, mas Europa preocupa

Variante delta tem freado os planos de reabertura de países europeus. França, porém, mantém flexibilização do uso de máscaras

atualizado 20/06/2021 21:34

JapãoGetty Images

A flutuação nos índices de contágio pelo coronavírus e a circulação de novas cepas tem levado países a relaxar ou apertar as restrições para reduzir o contágio. Faltando pouco mais de um mês para o início dos Jogos Olímpicos, em 23 de julho, o Japão suspendeu neste domingo (20/6) o estado de emergência e ampliou permissões de horários na região metropolitana de Tóquio.

Enquanto isso, países da Europa freiam planos de reabertura à medida que avançam os casos da variante delta do coronavírus, descoberta na Índia.

A Itália, que se preparava para aceitar 20% a mais de visitantes no verão, ameaça um novo fechamento e anunciou, na sexta (18/6), a exigência de exame negativo e quarentena de cinco dias para viajantes que chegarem do Reino Unido.

Portugal fechou a circulação na região metropolitana de Lisboa neste fim de semana.

A França, enquanto isso, mantém há três dias um relaxamento da exigência do uso de máscaras, obrigatórias agora só em locais onde há aglomeração.

Sem vistos para brasileiros

Os planos de reabertura na Europa, por enquanto, não incluem os brasileiros. Estudantes e pesquisadores do país têm inclusive enfrentado a incerteza de perder aulas e até financiamentos em instituições no velho continente porque vistos não estão sendo concedidos por países como Espanha e França.

Olimpíadas

A presença de público nos eventos dos Jogos Olímpicos ainda é incerta. A presidente do comitê de organização dos Jogos, Seiko Hashimoto, disse que vai tentar acomodar torcedores, mas que pode haver cancelamentos até a última hora.

Torcedores estrangeiros, porém, estão descartados.

Mais lidas
Últimas notícias