Helicóptero atinge prédio em Manhattan (NY) e deixa ao menos um morto

Bombeiros estão no local e ainda não há informações sobre vítimas

Reprodução/GlobonewsReprodução/Globonews

atualizado 10/06/2019 17:29

Um prédio foi atingido por um helicóptero em Manhattan, em Nova York, na tarde desta segunda-feira (10/06/2019). De acordo com informações preliminares do Corpo de Bombeiros, uma pessoa morreu.

O Departamento de Polícia de Nova York informou que “houve um pouso forçado do helicóptero no telhado” do prédio. “O fogo foi extinto. Por favor, evitem a área”, destaca comunicado publicado no Twitter. A aeronave teria tentado pousar no alto do prédio de 54 andares, na 7ª Avenida.

O Aeroporto LaGuardia —  um dos três aeroportos que servem a cidade de Nova York — fica nas proximidades do prédio atingido.

O edifício abriga escritórios comerciais e foi construído em 1985. Somente uma pessoa estava na aeronave.

O Corpo de Bombeiros enviou ao menos 100 militares para atender a ocorrência, segundo o governador de Nova York, Andrew Cuomo. Chove em Nova York e a visibilidade na região é ruim.

O Departamento de Polícia de Nova York informou que “houve um pouso forçado de helicóptero no telhado” do prédio. “O fogo foi extinto. Por favor, continue a evitar a área”, destaca comunicado publicado no Twitter.

Um incêndio se instalou após o acidente no telhado, que não estava equipado com um heliporto, segundo fontes da polícia. Os edifícios da área foram evacuados pela polícia. O acidente ocorreu após a hora do almoço.

A polícia evita falar as causas do acidente já que a investigação ainda “está em curso”.

O presidente norte-americano, Donald Trump, disse que o governo está pronto para o que for necessário. “Trabalho fenomenal dos nossos socorristas que estão atualmente em cena. Obrigado por tudo que vocês fazem”, publicou no Twitter.

As autoridades norte-americanas ainda não divulgaram detalhes sobre a situação do helicóptero, por exemplo, se estava regular.

De acordo com as regras do tempo, os helicópteros normalmente voam quando há pelo menos 3 milhas de visibilidade e tetos de 1.000 pés. O mau tempo desta segunda-feira reduziu os tetos para 500 a 800 pés, e a visibilidade de meio quilômetro.

 

Veja imagens do acidente: 

Últimas notícias