Estado Islâmico assume autoria de atentado em Viena, na Áustria

O homem responsável pelos ataques coordenados, na segunda-feira (2/11), era um jovem de 20 anos, natural da Macedônia

atualizado 03/11/2020 16:05

Reprodução de vídeoRedes sociais/Reprodução

O grupo terrorista Estado Islâmico (Isis) assumiu, nesta terça-feira (3/11), a autoria do atentado que matou pelo menos quatro pessoas e deixou outras 22 feridas em Viena, na Áustria. A informação chegou via aplicativo de mensagens e ainda não há mais detalhes.

O homem responsável pelos ataques coordenados ocorridos na segunda-feira (2/11) era um jovem de 20 anos, simpatizante do Isis e natural da Macedônia do Norte. Ele estava armado com um rifle e um cinto falso de explosivos.

O suspeito foi morto pela polícia. Ele havia sido condenado a 22 meses de prisão em 2019 por tentar viajar à Síria para se unir ao Estado Islâmico. As autoridades anunciaram que outras 14 pessoas foram detidas após o ataque e descartaram a participação de um segundo atirador.

Segundo o chanceler do país, Sebastian Kurz, as vítimas são uma garçonete, um casal de idosos e um jovem. “Nunca nos deixaremos intimidar pelo terrorismo e combateremos esses ataques por todos os meios”, disse.

Outros ataques

A Europa registrou, na última semana, outros dois ataques terroristas com motivações religiosas. Os dois crimes ocorreram na França.

Em 29 de outubro, três pessoas morreram após terem sido esfaqueadas na Basílica de Notre-Dame da cidade de Nice. Uma mulher foi decapitada.

0

 

Últimas notícias