Atentado a faca deixa mortos e feridos em Nice, na França

No dia 16 de outubro, um professor foi decapitado após mostrar caricaturas do profeta Maomé a alunos em aula sobre liberdade de expressão

atualizado 29/10/2020 10:50

Atentado a faca deixa mortos e feridos em Nice, na FrançaDANIEL COLE/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Um atentado a faca deixou três mortos e vários feridos na manhã desta quinta-feira (29/10) na Basílica de Notre-Dame, na cidade de Nice, na França. O suspeito foi detido, conforme o prefeito, e o caso é tratado como ato de terrorismo.

O ministro do Interior francês, Gérald Darmanin, e o presidente Emmanuel Macron farão uma reunião de emergência e depois seguem para Nice.

0

No dia 16 de outubro, um professor foi decapitado na rua das escola onde trabalhava, em Paris. Segundo investigadores, o assassino é pai de um aluno e decidiu matar o docente após a vítima mostrar caricaturas do profeta Maomé durante as aulas. O crime teria motivação religiosa e também é tratado como terrorismo.

Antes de ser morto pelas autoridades, o suspeito publicou uma foto ao lado da vítima, já morta e decapitada.

A suspeita é de que o docente tenha promovido discussão em sala de aula sobre liberdade de expressão, apresentando caricaturas e charges sobre Maomé. O gesto do professor irritou a comunidade escolar de muçulmanos na região.

Outro ataque

No último mês, a capital também foi alvo de outro ataque terrorista, onde funcionava o antigo jornal Charlie Hebdo. Ao todo, quatro pessoas foram esfaqueadas.

A redação do Charlie Hebdo foi alvo de um ataque terrorista em janeiro de 2015 após publicar caricaturas do profeta Maomé.

Últimas notícias