McDonald’s venderá unidades na Rússia para empresário local

Alexander Govor já é dono de diversas franquias da rede no país e deve renomear as lojas de hambúrgueres

atualizado 19/05/2022 18:49

mcdonald's fecha na rússia Oleg Nikishin/Getty Images

Três dias após anunciar a retirada de suas lojas do território russo, o McDonald’s entrou em acordo, nesta quinta-feira (19/5), com um empresário local que vai comprar as unidades no país.

Alexander Govor já administra 25 franquias na Sibéria, desde 2015. Agora, ele será dono das 850 lojas que faziam parte do negócio estadunidense. Os estabelecimentos devem ser rebatizados.

“Os negócios na Rússia já não se sustentam nem são consistentes com os valores do McDonald’s”, afirmou a empresa norte-americana, em nota.

O anúncio foi feito depois da invasão do Kremlin à Ucrânia, que já dura 84 dias. Govor se comprometeu a manter os 62 mil funcionários da rede por, pelo menos, dois anos.

O empresário russo é cofundador da refinaria Neftekhimservice, além de atuar nos setores de hotelaria e saúde.

O anúncio da retirada definitiva do McDonald’s no país marca o fim da presença de três décadas da rede na Rússia. É mais um sinal do isolamento econômico de Moscou, alvo de intensas sanções pelo Ocidente para estancar o poderio econômico em meio à guerra sangrenta contra Kiev.

O McDonald’s iniciou suas operações em Moscou em janeiro de 1990, ainda na era soviética. S inauguração da primeira loja na capital do país foi encarada, à época, com um dos símbolos da abertura do antigo império comunista para o exterior.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias