Conheça história do homem que passou 3 dias com 72 cobras venenosas

Em 1986, Neelim Khaire, aos 28 anos, decidiu quebrar um record mundial e ficou o tempo todo ao lado dos répteis, pelos quais é apaixonado

atualizado 25/07/2021 18:42

najaCapt Suresh Sharma/ Getty

Neelim Kumar Khaire era, em 1986, recepcionista de um hotel cinco estrelas em Pune, na Índia. Aos 28 anos, após uma epifania, Khaire decidiu quebrar um recorde mundial curioso: ele passou três dias seguidos em uma cabine com 72 cobras venenosas.

Para quem tem ofidiofobia, o feito parece mais um pesadelo. Contudo, Khaire era apaixonado por répteis, sobretudo serpentes. Antes de decidir entrar para o Guinness Book, Khaire já resgatava serpentes frequentemente, tirando-as do hotel ou de sua casa e as levando para locais mais afastados.

“Répteis eram visitantes frequentes na minha casa em Matheran. Eu odiava matar criaturas tão bonitas – a maioria delas era inofensiva. Então eu comecei a capturá-las e soltá-las nas colinas de Sahyadri. Uma vez eu peguei uma cobra e a levei para o Instituto Haffkin, e Bombaim. Me falaram que ela era venenosa e perigosa para ser carregada daquela forma. O incidente impulsionou minha coragem e então começou minha obsessão por cobras.”

Leia a reportagem completa no SoCientífica, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias