Bolsonaro desafia: “Achem alguém que confie no sistema eleitoral”

Nessa segunda, o presidente afirmou ter provas de que as eleições de 2018 foram fraudadas e que ele as venceu no 1º turno

atualizado 10/03/2020 15:56

Enviado especial a Miami (EUA) – Nos EUA, onde cumpriu agenda durante os últimos quatro dias, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em sua única conversa com os jornalistas em solo norte-americano, nesta terça-feira (10/09), fez um desafio: “Quero que vocês me achem um brasileiro que confie no sistema eleitoral brasileiro. Não é na Justiça [que desconfio]. Não deturpem as minhas palavras, tá ok? Não façam essa baixaria que a imprensa faz sempre comigo. Não é a Justiça [Eleitoral]”.

O desafio do presidente se dá por conta da repercussão de sua fala, nessa segunda-feira (09/03), quando, sem apresentar provas, disse que “houve fraude” nas eleições de 2018 – que o conduziram à Presidência da República.

“Minha campanha, eu acredito pelas provas que tenho em minhas mãos, e vou mostrar brevemente, eu fui eleito em primeiro turno mas, no meu entender, houve fraude“, declarou o presidente.

Para o ex-capitão do Exército, ele não deveria ter sido submetido ao segundo turno contra o petista Fernando Haddad porque foi “eleito no 1º turno”. O hoje presidente disse ter provas da acusação, mas não as forneceu nem revelou quando as apresentaria.

“E nós temos não apenas uma palavra, temos comprovado previamente, e eu quero mostrar, que nós precisamos aprovar no Brasil um sistema seguro de apuração de votos. Caso contrário, é passível de manipulação e de fraude”, prosseguiu.

Últimas notícias