DF: veja quais categorias serão vacinadas a partir da semana que vem

Chefe da Casa Civil anunciou ampliação de carreiras profissionais a serem imunizadas com a chegada de novos lotes do Ministério da Saúde

atualizado 22/03/2021 9:08

Enfermeiro vacinado contra o novo coronavírus JP Rodrigues/ Especial Metrópoles

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, anunciou, durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta sexta-feira (19/3), a inclusão de novos profissionais de saúde na previsão de imunização contra a Covid-19 no Distrito Federal.

Além de dentistas e farmacêuticos, conforme mostrado pelo Metrópoles, serão imunizados também profissionais de clínicas particulares, já a partir da semana que vem. A medida contempla médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, médicos veterinários e seus respectivos técnicos.

A vacinação para esses profissionais será exclusivamente por meio de agendamento pelo site vacina.saude.df.gov.br. Também ocorrerá de forma gradativa, levando em consideração o quantitativo de vacinas fornecidas pelo Ministério da Saúde semanalmente à Secretaria de Saúde do DF.

“São profissionais que estão sendo mais infectados pelo novo coronavírus. Estive conversando com representantes dessas categorias e a sensibilidade do governador é de que a gente possa, dentro da quantidade de vacinas que chegarão na semana que vem, estarmos disponibilizando um pequeno quantitativo para vacinar esses profissionais de saúde. E também, quem sabe, dependendo da quantidade que chegue, pessoas de 70 e 71 anos”, disse o secretário.

Mais doses a caminho do DF

Mais cedo, o governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou que espera iniciar a vacinação contra a Covid-19 de dentistas da rede privada e farmacêuticos que trabalham em laboratórios na semana que vem. De acordo com ele, o Ministério da Saúde deve entregar um lote de 70 mil a 80 mil doses de imunizante nos próximos dias.

Com esta remessa, a campanha será ampliada para idosos com 70 anos e 71 anos na capital. Parte dessas doses, conforme Ibaneis, devem ser destinadas a esse grupo de trabalhadores da área de saúde, que ainda não foram contemplados.

“Quero, a partir da próxima semana, e é um pleito justo que tem sido feito pelos profissionais de saúde da área privada, os odontólogos e os farmacêuticos que trabalham em laboratórios. Então, vou destinar um percentual destas vacinas, pedi ao secretário que verificasse junto a esses conselhos quantas pessoas são, mas eu quero destinar entre 5% a 10% das vacinas que chegarem para esse grupo prioritário também, que presta um grande serviço à sociedade”, declarou Ibaneis, durante visita ao posto de vacinação do Estacionamento 13 do Parque da Cidade.

Mais lidas
Últimas notícias