Briga entre políticos durante jogo em Alagoas vira caso de polícia

Senador licenciado acusa atual secretário de Preservação à Violência do estado e caso virou queixa na Polícia Legislativa do Senado Federal

atualizado 15/08/2022 16:08

Reprodução

Um tumulto envolvendo o senador licenciado Rodrigo Cunha (União) e o vereador licenciado e secretário de Prevenção à Violência de Alagoas, Kelmann Vieira, durante um jogo de futebol ocorrido no domingo (14/8), em Arapiraca (AL), foi parar na Polícia Legislativa do Senado Federal.

O candidato do União Brasil ao governo de Alagoas afirma ter sido vítima de agressão por parte do grupo de Kelmann. Entretanto, o delegado contesta a versão dada.

De um lado, Cunha diz que evitou as provocações por estar acompanhado dos filhos durante a partida. Ele também exigiu que o governo de Alagoas aja em relação a “um secretário de Prevenção à Violência que incita a violência”.

De outro,  Kelmann contestou a versão dada pelo adversário e republicou um post classificando um vídeo gravado pelo parlamentar sobre o caso como “fake news”. “Só colocou a parte do vídeo que interessava”.

As investigações vão concluir qual das versões é a verdadeira.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Rodrigo Cunha (@rodrigocunhaal)

Mais lidas
Últimas notícias