Restaurante Piselli chega a Brasília com promessa de alta gastronomia

A casa paulista inaugura na capital em maio, no shopping Iguatemi. Menu que homenageia a região da Toscana será o diferencial

atualizado 15/01/2021 10:46

Foto: Tadeu Brune

2021 promete ótimas experiências culinárias, com novas casas abrindo as portas em Brasília e projetos saindo do papel. Uma das novidades da cidade é a chegada do Piselli. O restaurante italiano, que encanta os paulistas há 17 anos, vai aterrissar em terras brasilienses. A casa de Juscelino Pereira vai ocupar o ponto do Gero, que fechou as portas em setembro de 2020 devido aos efeitos da pandemia do novo coronavírus, no shopping Iguatemi. 

“Foi uma honra receber o convite do Iguatemi. Uma feliz coincidência. Meu avô veio de Minas Gerais para São Paulo, mas sempre foi um defensor de JK. Ele pediu para os meus pais colocarem meu nome de Juscelino e eu cresci ouvindo ele falar sobre o político e Brasília. Antes dele falecer, há uns 20 anos atrás, fizemos uma viagem só os dois para a cidade. Foi um momento bem especial. Eu recebi um convite para abrir em Brasília, há uns 16 anos, antes de abrir o restaurante nos Jardins. Quase fui, mas acabei optando por ficar em São Paulo. Brasília sempre esteve me provocando, sempre mexeu comigo”, lembra Juscelino. 

Com previsão para abrir em maio, a casa vai reunir um pouco de novidade e muito da tradição criada em São Paulo. Juscelino conta que gosta que cada novo espaço tenha um diferencial. “Levaremos para Brasília um cardápio que mescla o que temos no Piselli Jardins e no Sud. Mas teremos uma novidade única para a cidade, a sessão especial Toscana”, adianta o restaurateur. A região inspirou pratos que farão parte do cardápio da casa, como a Bisteca fiorentina e o Papardelle com ragu de javali. Ele lembra também que o restaurante terá o famoso cantucci, um biscoitinho italiano, para tomar com Vin Santo. “É o gran finale de toda refeição.”

Juscelino Pereira sempre teve uma relação com a capital: “Brasília sempre esteve me provocando, sempre mexeu comigo”
Abertura em novos tempos

O Piselli vai abrir as portas no fim do primeiro semestre com a esperança de que uma quantidade significativa da população esteja vacinada. Juscelino Pereira acredita que “a partir de abril, maio, as coisas devem começar a melhorar no país”. Dessa forma, aposta que maio é um ótimo mês para começar o novo negócio. 

“Estou otimista! Penso que no segundo semestre teremos um boom na economia. Uma melhora em muitos sentidos”, aponta o empresário. “Vai ser um ano cheio, bom. Vamos confiar”, completa. 

A inauguração da casa vai contar também com a ajuda de alguém com experiência no trato do público brasiliense. Célio Freitas, ex-gerente do Gero, deve prestar uma consultoria para a casa. Juscelino explica que a ideia é que ele ofereça um suporte ao restaurante, por conhecer os clientes e pessoas que podem fazer parte da equipe. 

“Vamos levar parte da equipe de São Paulo para Brasília, mas quero que os cabeças, os responsáveis, sejam pessoas da cidade. Quero dar oportunidades, gerar emprego na região e aproveitar os profissionais e talentos locais”, explica. Por hora, ele ainda não tem o nome do chef que vai comandar a cozinha. 

O Tonno Arabo é um clássico do Piselli Sud
Conexão Brasília – São Paulo

Para cuidar do novo filho que está sendo gerado na capital do país, Juscelino deve fazer visitas regulares à cidade. E em maio, vem para ficar um tempo, curtir a cidade e os amigos que tem por aqui. 

“Tenho muitos conhecidos, clientes que ficam entre São Paulo e Brasília. Já estou avisando as pessoas, estão todos na expectativa. Não vejo a hora de receber todos e, quem sabe, já poder abraçar”, conta animado. 

Nas passagens pela capital ele deve fazer visitas a um outro italiano já queridinho dos brasilienses, a Trattoria da Rosário. “Para mim, uma boa referência de gastronomia é um lugar que tenha acolhimento, paixão. Um lugar que eu sou fã é a Trattoria”, revela Juscelino. Ele conta que é um grande amigo do chef Rosário Tessier, assim como do empresário Celso Jabour, idealizador da Sweet Cake.

História

O Piselli nasceu em 2004 com a primeira casa no bairro paulista Jardins. O projeto começou com pratos que representavam várias regiões da Itália, até se firmar com pratos do Norte, da região do Piemonte. Em 2015 foi aberto o Piselli Sud, no Shopping Iguatemi Faria Lima. Como o nome revela — na tradução livre do italiano, Sud significa sul –, a segunda casa adotou a gastronomia sulista do país europeu. O restaurante é detentor de títulos como o de Melhor Carbonara (Piselli Jardins) de São Paulo, segundo o caderno Paladar, do jornal O Estado de S. Paulo. 

A casa foi batizada em homenagem a uma tentativa de Juscelino Pereira de ser agricultor de ervilhas. Em italiano, ervilha se escreve piselli. E para trazer essa lembrança, os pratos da casa são decorados com ervilhas.

Últimas notícias