Mercado Malunga abre as portas no Gilberto Salomão, no Lago Sul

Operação reúne mais de mil produtos e funciona de segunda a sábado, das 8h às 21h

atualizado 01/07/2020 16:03

seb_ra/IStock

Em ampla expansão no Brasil, o mercado de orgânicos cresce a cada ano. E de olho nessa demanda o Mercado Malunga abre nesta quarta-feira (1º/07) a sua sexta unidade no Distrito Federal. O local escolhido é o Gilberto Salomão, localizado no Lago Sul.

Os mais de mil produtos, entre hortaliças, legumes, frutas e cereais, foram distribuídos nos 70 m² de área da nova loja. “Estamos trabalhando para ter 100% de alimentos orgânicos e naturais em nossas gôndolas. As hortaliças e parte dos laticínios são produzidos em nossa fazenda, seguindo todas as orientações previstas na legislação. Também temos como prioridade fomentar a economia local, dando preferência a fornecedores do Distrito Federal e Entorno, especialmente, aos pequenos produtores. Quando percebemos que nosso cliente deseja um item que não tem em Brasília, trazemos de fora”, afirma Joe Valle, fundador da marca.

As outras unidades do Mercado Malunga já em operação estão na Asa Sul, Asa Norte, Águas Claras e Sudoeste.

Mercado de orgânicos

De acordo com a última pesquisa realizada pela Associação de Promoção dos Orgânicos (Organis), de 2017 a 2019 houve um crescimento de 4% em relação aos entrevistados que se dizem consumidores desse tipo de produto. E 84% deles afirmaram que passaram a consumi-los por serem mais saudáveis. Já a preocupação com o meio ambiente aparece em 9% das respostas.

A região sul lidera o ranking de consumo de orgânicos: 48% da população disse ter comprado algum produto nos 180 dias que antecederam a pesquisa. O Centro-Oeste apresentou 42% neste mesmo quesito, ficando em segundo lugar no país. Os produtos mais comprados são frutas (25%), verduras (24%) e alface (21%).

SERVIÇO
Mercado Malunga

Lago Sul
Centro Comercial Gilberto Salomão, Área Externa, loja 6
Funciona de segunda a sábado, das 8h às 21h

Últimas notícias