Pasta Madre: padaria do Jardim Botânico investe em pães diferentes

Do vegano doce ao quitute de abóbora, a casa trabalha com fermentação natural e produtos do Cerrado

Jaqueline Lisboa/Especial para o MetrópolesJaqueline Lisboa/Especial para o Metrópoles

atualizado 10/09/2019 15:00

Há cerca de um ano, o casal Daniel Fujiwara, 50 anos, e Katia Erm, 50, decidiu mudar de vida. Ele, arquiteto, procurava uma forma de se reinventar na carreira. Desiludida com o trabalho no serviço público, ela também buscava novo caminho. A solução para a “crise” veio do hobby deles: fazer pão. Depois de cursos, testes de receita, sacos de farinha e muitas fornadas, os dois decidiram virar empreendedores, com a abertura da padaria Pasta Madre Pães Artesanais, no Jardim Botânico.

Na Pasta Madre, a panificação segue a tendência que está em voga em Brasília: o uso de fermentação natural. A prática não é exatamente nova, na verdade, trata-se de um resgate da forma clássica que foi esquecida pela industrialização. Justamente por sentir falta do gosto do pão da casa do avô, Daniel decidiu botar a mão na massa. “O pão é uma alimento muito presente na nossa vida afetiva e queria resgatar esse sabor, essa prática”, conta.

Entre uma experiência e outra, amigos começaram a encomendar informalmente os pães do casal. Um foi falando para outro e a rede de clientes cresceu, até o momento em que se tornou necessário abrir uma loja. Atualmente, a Pasta Madre conta com tipos variados, desde os mais simples – como a baguete (R$ 7,50) – até os recheados com gorgonzola (R$ 16). Um dos principais destaques da casa é o preparo vegano. Adocicado, ele é produzido sem ovo ou leite, fruto de uma adaptação promovida por Daniel de receitas do gênero. A unidade custa R$ 13.

De forte cor laranja e textura cremosa, pão de abóbora (R$ 13,50) também é servido na padaria. Outra aposta é o pão feito a partir da batata-doce, que custa R$ 12,50. Desde que abriram o estabelecimento, Daniel e Katia buscam trazer o Cerrado para dentro do local. Assim, incorporam ingredientes como a castanha de baru ou de buriti. No empório, produtos feitos na região ganham destaque, como farinhas e geleias.

Pasta Madre
No Jardim Botânico, Condomínio Solar de Brasília (Quadra Comercial 3, Bloco A). De segunda a sexta, das 8h às 20h. Sábado, das 8h às 18h

Últimas notícias