Mallí: novo bar na orla da Ponte JK promete ser point LGBTQI+

O empreendimento terá carta de drinques assinada por Gustavo Guedes e menu criado pelos chefs Gabriel e Paola Paiva

atualizado 04/12/2020 19:10

Igo Estrela/Metrópoles

E tem novidade boa chegando nas proximidades da Ponte JK. Em breve, a área, que já compreende restaurantes como Santé, Nau Frutos do Mar e Mormaii Surf Bar, ganhará um novo empreendimento batizado de Mallí. O projeto é idealizado pelos sócios Manu Santoro, Patrícia Lima, Roger Sales e Lili Santana.

O ponto escolhido é onde funcionava o restaurante Otro e a casa será voltada para o público LGBTQI+. “Será um complexo de entretenimento com bar e cozinha, atrações artísticas, muita comida boa e experiências diferenciadas para todos”, adianta Manu Santoro.

No menu, a premissa é despertar o público para novas sensações aliadas a gastronomia e mixologia. “O cardápio é basicamente composto por opções de finger food para compartilhar, e quem está à frente da cozinha são os chefs Gabriel e Paola Paiva”, afirma o empresário. Para beber, drinques “diferentões” criados pelo premiado mixologista Gustavo Guedes, que já é figurinha carimbada na capital quando o assunto é alta coquetelaria.

E o que significa Mallí? A palavra veio da união do nome de dois dos empresários: Manu e Lili. “Como a ideia começou conosco, juntamos os nomes e acabamos criando essa marca. Na verdade, muito mais do que só a logo, a Mallí é uma persona e uma obra surrealista que fará parte da décor”, conta Santoro.

Ainda sem data para a inauguração, a operação terá decor assinada pelo Studio Roque, dos arquitetos Rômulo Carvalho e André Queiroz. Para o ambiente, a inspiração foi o movimento surrealista. “Estamos trazendo um conceito diferente para Brasília e digno da linda vista que a casa oferece”, finaliza.

 

Últimas notícias