Brasília ganha associação de sommeliers comandada por Sérgio Pires

A Associação Brasileira de Sommeliers do Distrito Federal (ABS-DF) foi oficialmente fundada nessa quarta-feira (23/9)

atualizado 24/09/2020 16:24

Sergio PiresAndré Borges/Especial para o Metrópoles

Brasília tem mais uma novidade para os amantes de vinho: na tarde dessa quarta-feira (23/9), foi fundada oficialmente a Associação Brasileira de Sommeliers do Distrito Federal (ABS-DF). No comando da nova entidade estão o sommelier Sérgio Pires, como presidente, e a sommelieré Cláudia Oliveira, como vice-presidente.

Para a implantação efetiva da associação, foi necessário um trabalho minucioso, realizado durante meses. “Como não havia mais ABS na cidade, um grupo de ex-professores se uniu para viabilizar uma nova ABS no Distrito Federal”, explica a vice-presidente Cláudia Oliveira. Para ela, que esteve à frente das negociações, “Brasília é um mercado importante para o comércio de vinhos e há grande demanda de profissionais buscando maior especialização, além de apaixonados por vinhos querendo conhecer mais sobre a cultura enogastronômica e vitivinícola”.

Na prática, a instituição veio suprir uma lacuna deixada pela antiga ABS Brasília. “Seria uma grande perda para o Distrito Federal não poder contar com a expertise da ABS para cursos e eventos de vinhos e demais bebidas”, ressalta.

O presidente eleito da nova associação, Sérgio Pires, sabe que tem uma importante missão pela frente, mas diz estar bastante empolgado com o desafio. Ele revela os planos que pretende desenvolver com o apoio dos sócios-fundadores: “Além dos cursos de vinhos, inclusive o de formação de sommeliers profissionais, vamos oferecer também capacitação focada em outras bebidas e demais serviços, visando atender a mão de obra local, ou seja, garçons, bartenders etc. Projetos de inclusão para pessoas com deficiências (visual, auditiva ou de locomoção) em nossos cursos e mídias também estão sendo estudados, além de apoio ao desenvolvimento do setor vitivinícola do terroir do cerrado”.

Sergio Pires
A Associação trará novos eventos e cursos para a capital

A entidade, inclusive, chega em boa hora, já que recentemente a Vinícola Brasília, primeira da capital, também foi fundada. A iniciativa surgiu a partir de uma parceria entre 10 agricultores que produzem no Projeto de Assentamento Dirigido do Distrito Federal (PAD-DF) e tem previsão para ser inaugurada em maio de 2021. Com o projeto arquitetônico desenhado por arquitetos locais, a vinícola pretende encantar os apaixonados por vinhos, turistas e leigos, fomentando o enoturismo da região.

Últimas notícias