Vitrine M

Muito além da cerveja: descubra o vasto mundo dos vinhos e drinques em lata

O segmento em crescimento no Brasil abrange produtos muito além do usual: do vinho à gin tônica, tem até drinque sem álcool no catálogo

atualizado 14/08/2020 16:19

Pessoas brindam com vinhos em lata da VivantMarcela Cure/Divulgação

A praticidade da latinha de alumínio levou o modelo de envase de bebidas a alçar novos voos. Atualmente, não é raro encontrar no e-commerce – e até mesmo nas gôndolas de supermercado – cervejas especiais, vinhos e drinques em lata. As novas modalidades de consumo foram idealizadas para ocasiões informais como festas, churrascos, shows e idas à praia.

“O mercado de latas em si não para de crescer, está na contramão da crise. O consumidor acha a lata mais conveniente, tem um formato para cada ocasião. Aquela lata tradicional, de 350ml, vem sendo substituída ano após ano. Esse formato já representou 80% do mercado, mas, hoje, significa menos da metade. Enquanto isso, as latas especiais cruzaram a barreira dos 50% e passaram a ser a maioria de latas no mercado nacional”, comenta Hugo Magalhães, gerente de marketing e novos negócios da Ball América do Sul, uma das maiores fabricantes de latas do mundo. A marca lançou no Brasil um e-commerce próprio, o Vá de Lata.

No Brasil, essa diversificação de produtos começou com as cervejas artesanais. “Os fabricantes e consumidores preferem a lata porque ela preserva melhor o sabor. Toda bebida premium, como coquetéis e vinhos, precisa desse tipo de proteção. Aqui, quem começou essa mini revolução foram as cervejarias pequenas, seguidas pelos vinhos”, lembra Magalhães.

Hoje em dia é possível encontrar vinhos em lata feitos tanto por novas empresas, quanto por vinícolas tradicionais. A Casa Perini, conhecida pelos ótimos espumantes, lançou a própria linha no novo formato, a Lovin’. A ideia de marcas como a Vivant e a Arya, fabricantes de vinho em lata, é descomplicar o consumo dessa bebida para consumidores mais jovens.

“Um grande público do formato é a nova geração, os millenials, essa turma que se permite mais experimentações. Quando você fala em vinho em lata, o cara pode comprar um pacote com seis, botar num cooler e levar para o churrasco. Essa praticidade é a cara dessa geração”, analisa o gerente.

Entre os drinques, boas opções para quem gosta de pular Carnaval e odeia cerveja: vai uma gin tônica? “São drinques que podem vir assinados por mixologistas conhecidos, o mesmo que você encontra num bar de renome. Leva para casa, é fácil de gelar. Além disso, o consumidor desembolsa menos, mas o produto não perde o valor. O preço por litro pode ser altíssimo, mas o cliente paga um valor razoável em uma unidade”, explica o especialista.

Um exemplo de drinque em lata assinado por um bartender é o brasileiro Ginta, elaborado por Nicola Bara. A bebida chega às gôndolas nas versões clássica, com limão siciliano, tangerina e laranja; com mel e gengibre; e com frutas vermelhas. A lata pode ser adquirida na loja Vá de Lata, da Ball.

Metrópoles separou algumas bebidas em lata nada tradicionais e bem avaliadas. Veja:

Branco Del Sole, da Nova Aliança

R$ 11,88EmpresaComprar

A bebida é elaborada a partir de vinho branco de mesa com suco de uvas brancas e, no serviço, apresenta várias borbulhas. Com aroma de maçãs verdes, a bebida tem sabor frutado.

Ovnih Branco, da AVR e Vinícola Giaretta

R$ 15,12EmpresaComprar

Diretamente da Serra Gaúcha, este rosé é feito com um blend de uvas trebbiano, moscato e merlot. Apresenta aromas de frutas vermelhas e flores. No paladar, uma bebida suave e seca, com leve acidez. A marca sugere servi-lo como aperitivo ou como acompanhamento de sobremesas com morangos e frutas vermelhas.

Vinho tinto, da Vivant

R$ 12,99EmpresaComprar

Apesar da frequente associação dos vinhos em lata com verão e Carnaval, a Vivant fez questão de elaborar um tinto: mesmo morando em lugares quentes, o brasileiro tende a preferir vinhos tintos.

Rio Negro, da Amázzoni

R$ 14,90EmpresaComprar

A bebida é feita com dois produtos da marca: o premiado gim tradicional, eleito o melhor artesanal do mundo em 2018, e o Amázzoni Rio Negro, lançamento da marca que já conquistou prêmios como a Double Gold Medal aos San Francisco World Spirit Competition 2019.

Flowers Gin

R$ 49,90 (6 unidades)EmpresaComprar

Uma boa pedida para iniciantes, o Flowers não é tão amargo quanto o drinque original e é adocicado. Com 7,9% de teor alcoólico.

Os valores mencionados se referem à data de publicação da matéria e podem sofrer alterações de acordo com os critérios de cada loja. O Metrópoles não comercializa os produtos ou serviços citados.

Mais Vitrine M
Newsletter