*

Vencedor do 1º lugar na categoria Food Pairing do World Class Competition 2017, a maior disputa de bartenders do mundo, Gustavo Guedes, 31 anos, é um dos melhores mixologistas do país. No próximo dia 22, ele terá a oportunidade de reforçar esse título ao representar Brasília no Beefeater MIXLDN, a principal competição de gim da atualidade.

Único finalista da capital, o profissional participará do torneio, realizado em São Paulo, com um drinque chamado Juscelino. “Estou eufórico em poder representar Brasília com um coquetel que homenageia o criador da cidade e os candangos que suaram a camisa para levantar esse centro. Brasília representa o país inteiro, por isso o drinque tem ingredientes do norte, como o açaí; o cacau da Bahia; o café do cerrado mineiro; e a amora nativa, que encontramos facilmente nas quadras do Plano Piloto, onde nasci”, diz.

A disputa aproveita o bom momento que o gim vive no Brasil e no mundo. “Base de drinques como Gim & Tônica, Negroni e Dry Martini, a bebida é um dos grandes responsáveis por trazer esse boom na coquetelaria nos últimos anos”, aponta o mixologista. “A expectativa de estar entre os finalistas aumenta sabendo que a premiação final é justamente a produção do meu próprio gim em Londres, com o mestre destilador Desmond Payne, que comanda a marca Beefeater”, conta Gustavo.

Conhecido pela pegada autoral, o brasiliense valoriza ingredientes e sabores nacionais e quer investir nisso ao participar da competição. “O Brasil me inspira e fornece o necessário para proporcionar uma experiência completa que une coquetelaria, gastronomia, lazer e socialização na forma de um ritual”, afirma.

Reprodução/Divulgação

Drinque Juscelino

Confira a receita do coquetel Juscelino

Ingredientes
50ml de gim Beefeater London Dry
20ml de Cordial de amora
10ml de Vermute com infusão de açaí
3 dashes de Bitter de cacau e café
15ml clara de ovo pasteurizada
20ml de sumo de limão
Flor comestível

Modo de preparo
Adicione 4 cubos de gelo em uma taça coupette e reserve. Acrescente todos os ingredientes na coqueteleira e bata com gelo. Retire o gelo e faça o dry shake. Retire o gelo da taça coupette. Coe duas vezes. Adicione a flor comestível e sirva em seguida.



 

COMENTE

drinquesgimcoquetelariaGustavo Guedescompetição de bartenders