Tenista Top 10 do mundo é acusado de tentar estrangular ex-namorada

O caso teria ocorrido no período do US Open de 2019 e a vítima é Olya Sharypova, fotógrafa russa, de 23 anos

atualizado 29/10/2020 14:57

Alexander ZverevLintao Zhang/Getty Images

O tenista número 7 no ranking da ATP, o alemão de 23 anos, Alexander Zverev, foi acusado por uma ex-namorada ter tentar estrangulá-la e bater sua cabeça contra a parede. O caso teria ocorrido no período do US Open de 2019 e a vítima é Olya Sharypova, também de 23 anos. Além disso, outra ex do jogador está grávida de seu filho.

A russa se relacionou com o Zverev por vários anos antes deles terminarem o namoro no ano passado. Ela revelou ter sofrido violência doméstica em uma publicação no Instagram nessa quarta-feira (28/10). Apesar de não ter mencionado o alemão, a fotógrafa confirmou que se referiu ao tenista, segundo o jornal russo, Championat.

0

“Quero contar uma história muito pessoal e difícil para mim que já experimentei e deixei no passado. Fui vítima de violência doméstica! A primeira vez que isso aconteceu, no início desse relacionamento, houve uma briga e tive minha cabeça batida na parede com tanta força que sentei no chão”, escreveu Olya.

“Ele tentou me sufocar com um travesseiro, bater minha cabeça na parede, torcer minhas mãos e naquele momento eu estava com muito medo pela minha vida. “Esta foi longe de ser a primeira e não a última situação. O mais assustador foi que, em algum momento, eu não conseguia respirar. Tentei várias vezes sair correndo da sala, mas ele não deixou”, desabafou.

Outra ex-namorada

Os relatos de Sharypova foram feitos após Brenda Patea, também ex-compaheira de Alexander anunciar que está grávida do atleta e buscando custódia exclusiva. “Estou grávida de 20 semanas”, revelou à uma revista.

“Isso está fora de questão para mim (guarda compartilhada). A criança não foi planejada, mas farei tudo para que ela cresça em um ambiente harmonioso. Tenho a sorte de poder criar o filho sozinha”, falou Patea.

Em seu perfil do Instagram, ela contou não ter contato com Zverev. “Quero deixar bem claro que se ele buscar o contato com a criança, não vou proibir, pelo contrário. Toda mulher deseja um parceiro ao seu lado e um relacionamento feliz e despreocupado durante a gravidez. Mas é o que é e eu decidi ter o filho e estou ansiosa por isso, não quero esconder isso nem nada.”

Bola de neve de polêmicas

Voltando às quadras, Alexander apareceu nas manchetes também por motivos negativos. Entre eles, um episódio durante a pandemia do novo coronavírus. No início deste mês de outubro, após ser eliminado na quarta rodada do Aberto da França, ele admitiu ter jogado infectado com a Covid-19.

“Fiquei completamente doente na noite após a partida com Marco Cecchianato (na terceira rodada)”, contou. “Eu realmente não consigo respirar como você pode ouvir pela minha voz. Eu também tive febre. Não estou no melhor estado físico, eu diria.”

Mesmo ciente dos sintomas, ele não consultou a equipe médica antes do duelo da quarta rodada, indo contra o protocolo do torneio, que pedia aos atletas que “adotassem uma atitude responsável e não comparecessem ao estádio” caso se sentissem mal.

Vídeos
Últimas notícias