Pan: Calderano e Darlan Romani confirmam favoritismo e conquistam ouro

As medalhas foram conquistadas nas disputas individual do tênis de mesa e do arremesso de peso, respectivamente

Leonardo Fernandez/Getty ImagesLeonardo Fernandez/Getty Images

atualizado 07/08/2019 23:04

Dois dos principais atletas olímpicos brasileiros, Hugo Calderano e Darlan Romani confirmaram o favoritismo e conquistaram, nesta quarta-feira (07/08/2019), medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima, nas disputas individual do tênis de mesa e do arremesso de peso, respectivamente.

Número 6 do mundo, Calderano assegurou, com a medalha de ouro, a vaga na Olimpíada de Tóquio. Na decisão, o brasileiro derrotou o chinês naturalizado dominicano Wu Jiaji por 4 a 3, com parciais de 11/8, 6/11, 8/11, 11/7, 8/11, 11/8 e 11/2. Não foi, portanto, uma conquista fácil, afinal, o brasileiro esteve em desvantagem de 2 a 1 e de 3 a 2 na decisão.

Na campanha do seu título, nas fases anteriores, Calderano havia vencido o chileno Juan Lamadrid por 4 a 1, o mexicano Marcos Madrid por 4 a 0 e o canadense Eugene Wang por 4 a 2, este em duelo pelas semifinais, realizado nesta quarta-feira.

Já na disputa feminina do tênis de mesa, Bruna Takahashi parou nas semifinais ao perder para Adriana Diaz, de Porto Rico, por 4 a 0, com parciais de 11/9, 11/8, 11/3 e 11/4.

A conquista de Darlan também não foi muito fácil, com o brasileiro reclamando, após levar o ouro, da logística que o forçou a fazer uma longa viagem, além de inflamação na garganta. Ainda assim, ele conseguiu a conquista com a marca de 22,07 metros, quebrando o recorde pan-americano do arremesso de peso.

BRONZE NA ESGRIMA – Em sua primeira competição após ser campeã mundial, a esgrimista Nathalie Moellhausen ficou com o bronze na disputa da espada. Repetindo o resultado do Pan de Toronto em 2015, a brasileira perdeu nas semifinais em Lima para a norte-americana Katharine Holmes por 15 a 9.

Últimas notícias