Guerreiras: esperança do Brasil no UFC está nas mulheres

Com nomes que marcaram época nas décadas de 1990 e 2000 em declínio, geração atual de lutadoras dá fôlego novo ao país na organização

Getty ImagesGetty Images

atualizado 05/07/2019 19:39

Houve um tempo em que Anderson Silva e José Aldo eram certeza de vitória no Brasil no UFC. Os dois, junto com outros nomes do MMA brasileiro costumavam trazer resultados positivos, porém, entraram em declínio e viram o amplo domínio no octógono se tornar menor e ser extinto com o passar dos anos. A boa notícia, porém, é que uma nova geração de lutadoras vem causando muito barulho na principal organização de MMA do planeta. Prova disso é a quantidade de cinturões simultâneos conquistados pela mulherada brasileira na categoria: das quatro divisões femininas na organização, três têm brasucas como campeãs.

Neste sábado (07/07/2019), Amanda Nunes, a Leoa, defenderá o cinturão do peso-galo feminino pela quarta vez desde que o conquistou, no UFC 200, em 2016. A baiana ainda alcançou a façanha de se tornar também campeã do peso-pena, em dezembro do ano passado, ao quebrar a banca e nocautear a compatriota Cris Cyborg, e seguiu caminho semelhante ao do irlandês Conor McGregor e do norte-americano Daniel Cormier, que possuíram, em algum momento da carreira, dois cinturões ao mesmo tempo.

A grande diferença, e que mostra a moral de Amanda Nunes com Dana White e seus pares, é que ela provavelmente terá a chance de defender o cinturão da divisão de cima da sua. Além disso, a atleta da American Top Team já sinalizou com a possibilidade de defender os dois cinturões concomitantemente, algo que nem Cormier, e muito menos McGregor, envolvido em vários problemas fora do ambiente de luta, tiveram a oportunidade de fazer.

Na luta deste sábado, o co-evento principal do UFC 239, Amanda Nunes medirá forças com a ex-campeã da divisão, Holly Holm. A Filha do Pastor, como é conhecida, causou boa impressão quando nocauteou Ronda Rousey e ficou com o cinturão da divisão. A norte-americana garante estar preparada para chocar o mundo mais uma vez, assim como quando superou Rowsey. Amanda Nunes, no entanto, tem a seu favor, além do fato de ser a dona do cinturão, o longo período sem saber o que é perder no UFC: o último revés sofrido pela baiana ocorreu no longínquo ano de 2014.

A força do Paraná
Nascida em Umuarama, no Paraná, Jéssica Andrade, a Jéssica Bate-Estaca, teve uma estrada mais acidentada dentro do UFC. Ela, inclusive, estreou com derrota na organização e já suscitou dúvidas sobre o potencial. O revés sofrido diante de Liz Carmouche, porém, não abateu a brasileira, que recebeu o apelido após ser desqualificada por aplicar justamente um bate-estaca durante uma luta de jiu-jitsu.

A derrota para a norte-americana não foi a única sofrida pela paranaense, mas ela garantiu ter aprendido após cada resultado negativo. Prova disso foi a sequência de vitórias que a representante da Paraná Vale-Tudo engatou no UFC: desde a derrota para Joanna Jedrzejczyk, justamente pelo título do peso-palha, Bate-Estaca ganhou quatro lutas seguidas. A última por nocaute, diante de Rose Namajunas com um… bate-estaca.

O próximo compromisso da paranaense do UFC está marcado para o dia 31 de agosto, quando ela defenderá o cinturão pela primeira vez, contra a chinesa Weili Zhang.

Aos 26 anos, Jéssica Bate-Estaca demonstra ter potencial para seguir evoluindo no UFC. Outros nomes, como a brasiliense Viviane Araújo, que lutou pela primeira vez na organização na mesma noite em que a compatriota ganhou o título do peso-palha, surgem como postulantes a seguir trilhando um caminho de sucesso, em uma espécie de passagem de bastão de uma geração para outra.

Classificação

PosTimePÚltimos
jogos
1Flamengo61
D W W W W
2Palmeiras53
D D L W W
3Santos51
W W W D W
4Corinthians44
W D D L D
5São Paulo43
D W D W L
6Internacional42
D D L D W
7Grêmio41
L D W W L
8Bahia41
W L D L W
9Athletico-PR38
D W D L W
10Goiás37
W W L W D
11Vasco34
W L D W W
12Atlético-MG32
L D L L D
13Botafogo30
L L W L L
14Fluminense29
W W D W L
15Fortaleza28
W L W L L
16Ceará26
L L L W L
17CSA26
L W W L D
18Cruzeiro25
L D D D W
19Avaí17
L L D L L
20Chapecoense16
L L L D L
Últimas notícias