Sub-17: Brasil demonstrou maturidade para conquistar o título

No clima da torcida candanga, a seleção anfitriã da competição surpreendeu a todos, vencendo o torneio com sete vitórias em sete jogos

Igo Estrela/MetropolesIgo Estrela/Metropoles

atualizado 18/11/2019 9:59

Seis finais e quatro títulos. O tetracampeonato da Seleção Brasileira em território brasileiro mostra que a tradição do país canarinho no mundial sub-17 mantém a força da amarelinha na categoria.
Revelando sempre grandes jogadores nessas competições de base, a equipe de 2019, formada por Verón, Kaio Jorge e companhia, mostraram a formação de um grupo de superação que, jogo a jogo, ditaram o ritmo de atuar em uma copa em casa, conquistando a taça de forma invicta, com sete vitórias em sete jogos.

Com o tetracampeonato, a Seleção Brasileira se isola como a segunda maior campeã sub-17, perdendo apenas para a pentacampeã Nigéria. O título significa muito mais do que apenas a melhoria de uma estatística. É também uma reviravolta da expectativa de um possível fracasso, como aconteceu no sul-americano, no qual o grupo não conseguiu sequer chegar no hexagonal final, sendo eliminado na primeira fase. Observando esse fator, o treinador Guilherme Dalla Déa analisa o espírito de superação demonstrado.

“A construção desse título foi emocional. Isso mostra mais uma vez que tiveram compromisso com eles mesmos. Isso é uma coisa incrível. Principalmente fazendo uma campanha espetacular, igual foi essa. Fizemos um sul-americano difícil, com uma campanha que deixou os atletas tristes, mas eles levaram esse compromisso de forma séria e hoje foram coroados com o título mundial”, ressaltou.

A Seleção mostrou também que, além dos valores individuais, o jogo coletivo estava forte, com jogadas e gols sendo construídos por toda a equipe, deixando o nervosismo e a tensão de lado, como se fossem jogadores experientes.

“É uma final de Copa do Mundo. Muitos atletas estão ganhando essa experiência, mas destaco muito o foco deles. Tínhamos feito um jogo bem difícil na semifinal, mas controlamos o emocional. Todos têm que sentir parte desse processo que acho que temos que estamos no caminho certo e tenho certeza que eles saem dessa Copa do Mundo bem amadurecidos”, completou.

Futuro das promessas
Com o fim da Copa e o título conquistado, o sonho dos jovens garotos continua firme com a camisa da Seleção Brasileira. Para Dalla Déa, é importante o foco de todos os atletas para continuarem a caminhada rumo ao sucesso na carreira. Emocionado, o treinador dedica esse título para todos os treinadores das divisões de base do país, que fazem trabalhos competentes e revelam atletas para o Brasil.

“Eu acredito muito e a gente vem demonstrando isso no futebol de base, assim como no profissional. O futebol brasileiro vem tendo uma fase espetacular. E esse título vem para coroar todo o trabalho feito. Eu coloco essa ideia na Seleção e divido esse título com todos os treinadores do Brasil. Tenho certeza que esses atletas vão estar em um patamar enorme servindo seus clubes. Parabéns a todos os treinadores, principalmente da base, pois eu sei como é o trabalho e esse título representa a todos eles”, finalizou.

Classificação

PosTimePÚltimos
jogos
1Flamengo90
W W W W L
2Santos74
W L W L W
3Palmeiras74
L L L W W
4Grêmio65
W L W W L
5Athletico-PR64
W W D W D
6São Paulo63
D W L W W
7Corinthians56
L W L W L
8Internacional55
D L W L D
9Fortaleza53
D W W D W
10Goiás52
W W L L W
11Atlético-MG49
L D W W D
12Bahia49
L D W D L
13Vasco49
D L W D D
14Fluminense46
W W D D W
15Botafogo43
W W L L D
16Ceará39
D L D L D
17Cruzeiro36
L L L L L
18CSA32
L W L L L
19Chapecoense32
W L L W D
20Avaí20
L L D L D
Últimas notícias