“Salário de Messi é insustentável” diz candidato à presidência do Barcelona

Emili Rousaud deseja manter o argentino no clube, mas afirma que seu salário não condiz com a atual situação financeira do Barcelona

atualizado 15/12/2020 12:33

Messi chuteira de ouroAlex Caparros/Getty Images

Candidato à presidência do Barcelona, Emili Rousaud deseja manter Lionel Messi no clube, mas afirma que seu salário é alto demais para o momento financeiro que vivem os catalães. Em entrevista para o jornal AS, o dirigente afirmou que os vencimentos do craque argentino são “insustentáveis”.

“Na situação atual do clube, o salário de Messi não é sustentável, então teremos que chegar a um acordo com ele. Apresentaremos um pojeto atraente para ele”, afirmou Rousaud.

“O que mais importa aqui é o projeto esportivo. Quando Messi disse que sairia, ele não falou em dinheiro. Ele tem o salário mais alto do mundo, ninguém ganha mais que ele, ele não quer sair porque ganha pouco”, declarou. “Ele quer sair porque quer ganhar troféus. Referiu-se a isso recentemente quando disse: ‘A Champions League não está ao nosso alcance’. Ele quer uma equipe cheia de talento”, concluiu.

Messi tem menos de sete meses de contrato restando com o Barcelona e, a partir de janeiro, está livre para negociar com outros clubes. De acordo com o jornal francês L’Equipe, o argentino é o jogador mais bem pago do mundo, recebendo cerca de 8,2 milhões de euros (US$ 9,97 milhões) por mês dos catalães.

0

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias