River Plate vence e mantém rota de colisão com Boca Juniors

Millionarios batem Cerro Porteño no Monumental de Nuñez por 2 x 0 e leva vantagem para o jogo de volta, semana que vem, em Assunção (PAR)

Twitter/ReproduçãoTwitter/Reprodução

atualizado 22/08/2019 21:17

Atual campeão da Copa Libertadores, o River Plate deu, na noite desta quinta-feira (22/08/2019), mais um passo em busca de defender o título continental em 2019. Jogando em casa, no Estádio Monumental de Nuñez, o time do técnico Marcelo Gallardo bateu o Cerro Porteño por 2 x 0 e jogará pelo empate na partida de volta, semana que vem, em Assunção, no Paraguai. Os gols da partida foram marcados por Ignacio Fernández e Borre.

As emoções começaram cedo na partida desta noite. Aos dois minutos, De La Cruz caiu dentro da área sentindo muitas dores após uma dividida. Ao consultar o VAR, o árbitro Victor Carrillo deu pênalti no lance ao ver que o camisa 11 do River Plate sofreu uma solada de Larrivey, punido com cartão amarelo. A partida ficou paralisada por cinco minutos e, só aos sete do primeiro tempo, Ignacio Fernández abriu o placar.

Depois do gol dos Millionarios, a partida teve lances ríspidos. Caçado em campo, De La Cruz se tornou o alvo preferencial dos jogadores do Cerro Porteño até que, aos 40 minutos, ele e Carrizo se estranharam, dando início a cenas lamentáveis no gramado do Monumental de Nuñez. Apartada a confusão, o árbitro advertiu ambos os jogadores com cartão amarelo no último momento de maior emoção do primeiro tempo. Apesar das advertências, os atletas abusaram das faltas duras e o juiz Víctor Carrizo precisou distribuir cartões amarelos para controlar o ímpeto dos jogadores.

2º tempo
Aos oito minutos, Ignacio Fernández empurrou a bola pro fundo das redes após contra-ataque rápido pelo lado direito do campo. Suárez ganhou na velocidade da defesa do Cerro Porteño e deixou o volante, que marcara o primeiro gol do River Plate na partida, na boa para anotar o segundo. O gol, porém, seria invalidado porque, ao disputar a bola, Suárez a levou com o braço esquerdo, anulando o lance ainda na origem.

Oito minutos depois, Borre invadiu a área e foi derrubado pelo goleiro Carrizo. A penalidade foi tão clara que o árbitro sequer consultou o árbitro de vídeo. Na cobrança, o próprio Borré bateu e não deu chances ao arqueiro do Cerro Porteño, anotando o segundo gol do River Plate no duelo.

Sem maiores lances de emoção, a partida teve mesmo momentos ríspidos. A exemplo do primeiro tempo, os dois times abusaram de chegadas mais duras, obrigando o árbitro da partida a distribuir cartões amarelos. Ao todo, nada menos que 9 advertências foram dadas por Víctor Carrizo.

Tranquilo com a vitória por 2 x 0 em casa, o River Plate joga na próxima quinta-feira (29/08/2019) no Estádio La Olla Azulgrana podendo empatar e até perder por um gol de diferença que garante a vaga nas semifinais da Libertadores. Para o Cerro Porteño, resta pensar em uma vitória elástica. Caso os paraguaios vençam por 2 x 0, a decisão vai para os pênaltis. Uma vitória por 3 x 0 coloca o time azul e grená nas semifinais, mas, caso o River marque um gol também fora de casa, o Cerro Porteño precisará vencer por quatro gols de diferença.

Classificação

PosTimePÚltimos
jogos
1Flamengo42
W W W W W
2Palmeiras39
D L W W W
3Santos37
L D W D L
4Internacional33
W L W W W
5Corinthians32
W D W D L
6São Paulo32
W L D L D
7Bahia31
D W W W D
8Grêmio28
D W D W W
9Atlético-MG27
L L L L L
10Botafogo27
L D L W D
11Athletico-PR26
L L W D L
12Vasco23
L W L L W
13Ceará22
L L L D D
14Fortaleza22
L D W L D
15Goiás21
D W L L L
16Fluminense18
L L W L W
17Cruzeiro18
W D W L L
18CSA16
W D L W D
19Chapecoense14
W D L L L
20Avaí13
L D W L W
Últimas notícias