“O Otero não é um kicker”, diz Tiago Nunes após não usá-lo no Corinthians

O treinador creditou a permanência do venezuelano no banco de reservas durante o empate com o Fortaleza à escala hierárquica dentro do clube

atualizado 27/08/2020 9:29

Tiago Nunes bravo à beira do gramadoRodrigo Coca/Agência Corinthians

O Corinthians não saiu de um empate por 1 x 1 contra o Fortaleza nessa quarta-feira (27/8). O resultado ruim dentro de casa aumentou a pressão sobre o técnico Tiago Nunes e uma opção específica do treinador virou assunto: por que não utilizou o reforço Otero? Na entrevista coletiva, o comandante alvinegro atribuiu a decisão à escala hierárquica.

Conhecido pelo forte chute de longa distância, o venezuelano Otero ficou no banco de reservas durante os 90 minutos. “O Otero não é um kicker (chutador) do futebol americano, que entra na partida, dá um chute e sai. Ele precisa fazer outras coisas em campo. Nós temos uma escala de hierarquia para entrar na equipe e aqueles que têm entrado, estão se apresentando bem. Desta forma, ele aos poucos vai ganhando seu espaço, se ambientando no clube e logo terá a sua oportunidade”, afirmou o treinador.

A presença de Otero no banco, de fato, foi bastante rápida. O Corinthians anunciou a contratação do jogador somente três dias antes da partida. No duelo dessa quarta, Tiago Nunes fez quatro substituições. As principais foram as entradas de Luan e Matheus Vital no segundo tempo, jogadores que eram titulares no passado recente.

O meia ex-Grêmio entrou bem, marcou um golaço e foi defendido pelo técnico: “O Luan apanha muito, principalmente da imprensa. Pode ter mais calma nas avaliações, ele merece respeito pela trajetória.”

A estreia de Otero pelo Corinthians pode ocorrer já no próximo domingo, no clássico contra o São Paulo. O duelo no Estádio Morumbi será às 11h e válido pela 6ª rodada do Brasileirão.

Vídeos
Últimas notícias