metropoles.com

Neto rebate Maju Coutinho e cobra desculpas: “O choro não é livre”

O apresentador também voltou a combater as aglomerações, criticou a tentativa de manutenção do futebol e se disse a favor do lockdown

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução
Craque Neto detona festa de Arthur Lira para comemorar presidência da Câmara dos Deputados
1 de 1 Craque Neto detona festa de Arthur Lira para comemorar presidência da Câmara dos Deputados - Foto: Reprodução

O apresentador Craque Neto reservou um tempo no programa Os Donos da Bola, na TV Bandeirantes, para criticar a fala polêmica da jornalista Maju Coutinho de que “o choro é livre”, em referência a quem é contra as medidas de restrição de circulação para o combate ao avanço da Covid-19. Nesta quinta-feira (18/3), o ex-jogador cobrou um pedido de desculpas da âncora do Jornal Hoje, da TV Globo.

“A gente tem que respeitar quem está trabalhando também. Quem precisa trabalhar para sobreviver, a gente tem que ter respeito, independentemente de onde a gente vai ou de onde a gente vive ou do dinheiro que a gente tem. E isso eu estou dando recado para a menina que chama Maju, lá da Globo. É para você. O que você falou, você pode pedir desculpas. O choro não é livre”, afirmou Neto.

Ele também voltou a combater as aglomerações, criticou a tentativa de manutenção do futebol e se disse a favor do lockdown. De acordo com Neto, uma funerária próximo ao estúdio do programa “vive cheia”. “O choro é livre para quem perde um pai, uma mãe, um vizinho ou até uma pessoa que não gosta? O choro não é livre e você pode pedir desculpa, porque é uma baita jornalista. O choro não é livre para quem passa fome, para fecha uma farmácia, para quem fecha uma venda. Nós todos no pensamento do lockdown, que as pessoas não devem sair de casa, é um pensamento nosso. Agora, o choro não é livre”, emendou o apresentador.

A TV Globo chegou a emitir uma nota em defesa de Maju Coutinho. De acordo com a emissora, a fala da âncora do Jornal Hoje foi uma tentativa de alerta para a situação grave pela qual o país passa na pandemia.

“Maria Julia Coutinho quis dizer ontem que, por mais amargas que sejam, as medidas de isolamento social são necessárias. Sobre a dor daqueles que precisam manter seus negócios fechados, assunto abordado no Jornal Hoje desta quarta-feira, Maria Julia Coutinho disse ao final da reportagem: ‘Desejo também agilidade do governo e do Congresso para atender os empresários e também as famílias que estão aguardando auxílio emergencial’”, diz a nota, enviada para Leo Dias, colunista do Metrópoles.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comEsportes

Você quer ficar por dentro das notícias de esportes e receber notificações em tempo real?

Notificações