*
 
O zagueiro Miranda vai ser o capitão da Seleção Brasileira no amistoso desse domingo (10/6), contra a Áustria, em Viena. Será a terceira vez que o jogador da Inter de Milão vestirá a braçadeira sob o comando do técnico Tite, que adotou o rodízio da incumbência. Durante a Copa do Mundo da Rússia, o atleta também deverá exercer a função em pelo menos uma partida.

Miranda já foi capitão em jogos das Eliminatórias contra Equador (na estreia de Tite, em 2016) e Uruguai. Ele é o segundo jogador a vestir mais vezes a braçadeira. Fica atrás de Daniel Alves que tem quatro partidas como capitão de Tite. O lateral direito não estará na copa por causa da lesão no joelho. Sob comando do treinador, houve 16 capitães diferentes em 20 ocasiões.

A seleção fez na tarde deste sábado (9) o último treino para o jogo contra os austríacos, no Estádio Ernst Happel, sem a presença de Fred. O volante recém-transferido do Shakhtar Donetsk-UCR para o Manchester United, ainda sente dores no tornozelo direito. Ele havia sido atingido por Casemiro. Agora, manca um pouco e ficou no hotel, onde passa por tratamento.

Os médicos da Seleção Brasileira iriam avaliar ainda neste sábado a necessidade de submetê-lo a um exame de imagem para ter noção mais exata da gravidade da contusão. No entanto, as informações são de que o quadro evoluiu satisfatoriamente. Ele não atuará contra os austríacos.

Em compensação, o meia Renato Augusto tem treinado normalmente e mostra excelente evolução, após as dores no joelho esquerdo provocadas por inflamação. O atacante Douglas Costa também não sente mais os reflexos da contusão na coxa esquerda e, assim como o ex-jogador do Corinthians, tem boas chances de ser aproveitado durante o jogo deste sábado.

A seleção vai enfrentar a Áustria com Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Paulinho, Willian, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus. A partida terá início às 11h.