Mãe de vítima de incêndio no Flamengo vai se casar um ano depois

Rosana de Souza, que perdeu o filho Rykelmo na tragédia, irá subir ao altar exatamente no dia do aniversário de um ano da

atualizado 07/02/2020 11:21

Reprodução/Twitter

Rosana Souza, 50 anos, foi a primeira familiar de uma das 10 vítimas do incêndio que atingiu o CT Ninho do Urubu, em 8 de fevereiro de 2019, a mover uma ação judicial contra o Flamengo. Ela cobra na Justiça R$ 6,9 milhões, além da anulação do acordo do clube com o pai de Rykelmo, José Lopes Viana, de quem é divorciada. Em meio à batalha judicial, Rosana encontrou um motivo para sorrir.

A lavadeira – atualmente desempregada – escolheu o aniversário de um ano da morte de Rykelmo para realizar a cerimônia da sua segunda união estável. De acordo com ela, em entrevista ao jornal Extra, foi uma forma de homenagear o filho que tinha 16 anos à época da tragédia.

Enquanto não sai a decisão da Justiça, Rosana tem recebido R$ 5 mil de pensão. Ainda de acordo com o Extra, a mãe de Rykelmo não teve o valor da pensão aumentado para R$ 10 mil, assim como determinou a Justiça carioca enquanto não sai a decisão final.

Vídeos
Últimas notícias