Lateral da Bélgica: “Não aconselharia companheiro a sair do armário”

Segundo Thomas Meunier, o futebol ainda é muito preconceituoso para um jogador se assumir homossexual

atualizado 23/06/2021 13:09

O lateral belga Thomas Meunier comentou sobre a questão da homofobia no futebol, em coletiva nesta quarta-feira (23/6). Segundo o jogador, ele não aconselharia um companheiro a se revelar homossexual porque o futebol ainda é um meio muito preconceituoso.

“Estamos no século XXI e é hora de aceitarmos todos como são. É uma pena, mas uma saída não é tão óbvia no futebol. Não recomendaria a um companheiro sair do armário caso quisesse fazer. Às vezes se revelar após uma carreira e não durante como no futebol americano. A mentalidade do futebol ainda não é como deveria ser”.

No futebol, o tema está em alta devido à aprovação de leis anti-LGBT na Hungria. Como resposta a isso, a Alemanha pediu à Uefa que iluminasse a Allianz Arena com as cores do arco-íris. O pedido foi negado, pois a entidade afirmou que deseja se manter “politicamente neutra”.

Recentemente, o jogador de futebol americano Carl Nassib fez história ao se tornar o primeiro jogador em atividade da NFL a se assumir homossexual.

Vídeos
Últimas notícias