Josep Maria Bartomeu, presidente do Barcelona, pede demissão do cargo

Dirigente preferiu deixar a posição antes que fosse afastado pela diretoria

atualizado 27/10/2020 16:30

Xavier Bonilla/NurPhoto via Getty Images

Após meses, talvez temporadas, de resultados abaixo do esperado e confusões nos bastidores com alguns dos principais atletas do clube, Josep Maria Bartomeu não é mais presidente do Barcelona.

O dirigente preferiu apresentar sua demissão antes que o restante da diretoria votasse pela sua exclusão.

Segundo informações do Sport, os mandatários do clube tentaram até o último momento demover a Junta da votação que decidiria o destino de Bartomeu. “Nosso eleitorado tem uma média de idade de 58 anos, com mais de 40 mil sócios com mais de 60 anos. Nossa maior preocupação era evitar toda atividade que coloque esses grupos perante um risco elevado de contágio, dada a sua vulnerabilidade”, escreveu Bartomeu em carta enviado para Pere Aragonés, presidente da Junta que decidiria o assunto.

Frente à negativa da Junta de adiar a votação, Bartomeu preferiu apresentar sua demissão nesta terça (27/10) e a proposta foi aceita sem discussão, pondo fim ao mandato de seis anos do dirigente.

Vídeos
Últimas notícias