Jorge Jesus desabafa após queda do Benfica: “Cinco semanas de trabalho”

O técnico português reconheceu a dificuldade da competição europeia, mas confia que o elenco poderá dar a voltar por cima no futuro próximo

atualizado 16/09/2020 10:16

Jorge Jesus Benfica ChampionsAlex Grimm/Bongarts/Getty Images

O técnico Jorge Jesus trocou o Flamengo pelo Benfica em julho e em pouco tempo no comando já lida com pressão após a eliminação na fase preliminar da Champions League. Logo após a derrota por 2 x 1 para o PAOK, da Grécia, nessa terça (15/9), o treinador desabafou.

“Só temos cinco semanas de trabalho. Temos muito trabalho pela frente. Não demonstramos no resultado, mas somos superiores ao PAOK”, defendeu-se Jorge Jesus, sempre com o tom confiante.

A queda precoce na Champions rendeu uma série de piadas na Internet, mas também cobrança sobre o técnico recém-contratado. Para Jesus, um cenário normal e que ele confia em reverter.

“Não quero fugir da responsabilidade. Sabíamos das dificuldades que é estar na Champions. O valor das equipes, mas continuo a pensar como pensava antes deste jogo: o mais difícil era passar estas duas fases. Não era só um sonho, seria uma realidade chegar longe”, afirmou.

Sem uma vaga na fase de grupos da Champions, o Benfica tentará um título internacional na Liga Europa.

Vídeos
Últimas notícias