Gabigol usará a camisa 24 do Flamengo na final da Taça Guanabara

A ação contra a homofobia ocorre dias após o clube ser absolvido pelo STJD por conta de gritos preconceituosos da torcida

atualizado 22/02/2020 16:18

Reprodução/Twitter

De volta ao Flamengo e em seu jogo de número 300 como profissional, o atacante Gabriel trocará a camisa 9 pela 24. A escolha do artilheiro para o duelo contra o Boavista, neste sábado (22/02/2020), a partir das 18h, reforça a campanha #Pedea24, contra a homofobia no futebol.

A ação de Gabigol foi revelada pelo próprio Flamengo ao divulgar a camisa do atacante no vestiário do Rubro-Negro. A final da Taça Guanabara marca o retorno dele ao time após ficar fora da Recopa Sul-Americana, por estar suspenso.

Na última quinta-feira, o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro absolveu o Flamengo em razão dos gritos homofóbicos entoados pelos torcedores flamenguistas durante o clássico com o Fluminense, pela semifinal da Taça Guanabara, em 12 de fevereiro. O clube foi apenas multado por infração em outro artigo do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

O primeiro jogador a aderir a campanha e usar a camisa 24 foi o volante do Bahia, Flávio, no fim de janeiro.

Vídeos
Últimas notícias