Equipes do Candangão começam a planejar retorno aos treinamentos

Capital fez um protocolo de segurança sugerindo reinício da competição; Brasiliense estuda iniciativa semelhante

atualizado 03/06/2020 20:03

Equipes do Candangão começam a se planejar para o retorno do campeonato, paralisado no dia 18 de março devido à pandemia do novo coronavírus. O Capital CF, sexto colocado do torneio, foi o primeiro clube a organizar um protocolo de segurança.

O documento é assinado por Cesar Romero Soares Sousa, doutor em Biologia Animal pela UnB e mestre em Ciências da Saúde em Winsconsin, Estados Unidos; Maria Valdete Aires Moura, farmacêutica e bioquímica; e Patrick Aguiar Novaes, presidente do Conselho Regional de Educação Física do Distrito Federal, e tem como objetivo garantir um retorno com segurança dos atletas e demais funcionários envolvidos na organização do Candangão.

O Brasiliense deverá produzir um documento semelhante em breve e enviar para a Federação de Futebol do DF. “Estamos trabalhando nisso já há alguns dias. Concordo com o posicionamento do Capital FC. Apenas ressalto que os treinos devem retornar antes do dia 1º de julho, como forma de preparar melhor os atletas para um jogo competitivo e prevenir lesões. Se o governo e os órgãos de saúde determinarem segura a volta e, assim que nos mandarem as medidas que precisamos tomar para garantir a saúde de todos, vamos voltar firmes e fortes. Esperamos que seja logo”, afirmou Luiza Estevão, presidente do Jacaré, ao Metrópoles.

Secretária do Esporte

Se depender da vontade de Celina Leão, os clubes do Candangão terão uma aliada para o retorno do campeonato na figura da secretária do esporte do DF. “Os jogos, é claro, seriam realizados com portões fechados, e precisamos conversar sobre as medidas de segurança, testagens e demais protocolos para garantir a segurança de todos os envolvidos”, afirmou ela ao Metrópoles, em conversa no dia 22 de abril.

Vídeos
Últimas notícias