Diego Costa alega razão familiar para deixar Atlético de Madrid, diz jornal

O atacante não jogaria mais pelo clube espanhol a partir de janeiro, mesmo tendo contrato até junho de 2021. Inglaterra é destino possível

atualizado 28/12/2020 10:33

Diego Costa e Luis SuárezDavid S. Bustamante/Soccrates/Getty Images

O atacante Diego Costa não deve permanecer no Atlético de Madrid no próximo ano. De acordo com o jornal As, o jogador alegou motivos familiares para solicitar a rescisão de contrato.

Aos 32 anos, Diego Costa perdeu espaço no clube após a chegada de Luis Suárez, mas essa não seria a razão principal. Sem dar maiores detalhes, o jornal espanhol diz que a questão pessoal é prioridade.

O atacante não jogaria mais pelo Atlético de Madrid a partir de janeiro, mesmo tendo contrato até junho de 2021. Desta forma, ele estaria livre para assinar contrato com outro clube, já na primeira janela de transferências da Europa, no início do ano.

O clube e o jogador não se manifestaram de forma oficial sobre a rescisão contratual, mas a boa relação é tida como trunfo para o desligamento. Caso consiga a rescisão, Diego Costa deve permanecer no futebol europeu e a Inglaterra seria um possível destino.

Vídeos
Últimas notícias